Como os empresários favoritos da Dilma pegavam dinheiro do BNDES

Posted by

D Mo

Depois da devassa nos contratos da Petrobras, a força-tarefa da Lava Jato quer agora expandir o foco das investigações para outros setores. Os Procuradores da República querem informações sobre contratos de concessões de aeroportos e obras de infraestrutura nos terminais, que foram aceleradas para a Copa de 2014 e para a Olimpíada deste ano. Os investigadores da Lava Jato já encontraram indícios de que houve corrupção no processo de concessão de aeroportos realizadas em 2011, 2012 e 2013, no governo Dilma Rousseff.

A pressão agora é em cima de Marcelo Odebrecht e de Léo Pinheiro, da OAS. Para vencer os leilões de exploração, suas empreiteiras pegaram dinheiro dos fundos de pensão e do BNDES.

Agora, você quer entender como isso funciona?

O BNDES atua como se fosse fonte de redistribuição de renda às avessas, conforme explica o Instituto Mises. Originalmente, os recursos do BNDES eram oriundos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador — fundo destinado a custear o seguro-desemprego e o abono salarial).  Só que os recursos do FAT, por sua vez, vêm das arrecadações do PIS e do PASEP, os encargos sociais que incidem sobre a folha de pagamento das empresas. E é esse o dinheiro direcionado para as grandes empresas a juros subsidiados. Ou seja, pequenas empresas financiavam juros subsidiados das grandes empresas. Parece justo pra você?

Mas o que era ruim, piorou.

A partir de 2009, houve uma alteração.  Se antes o BNDES se financiava exclusivamente via impostos, a partir de 2009 ele passou a financiar também via endividamento do Tesouro. Ou seja, como o BNDES não tinha todo o dinheiro que o governo queria para destinar a seus empresários favoritos, o Tesouro começou a emitir títulos da dívida com o intuito de arrecadar esse dinheiro para complementar os empréstimos.

E quem compra esses títulos?  Majoritariamente, o sistema bancário.  Como ele compra?  Criando dinheiro do nada. O que significa que a atual forma de financiamento do BNDES é inerentemente inflacionária.  Desde 2009, o BNDES já jogou quase R$ 500 bilhões na economia. E sabe o resultado?

Bem, além de aumentar o endividamento do governo, este mecanismo utilizado pelo Tesouro para financiar o BNDES também aumenta a quantidade de dinheiro na economia, o que causa uma grande inflação em nosso mercado.  Logo, o BNDES espolia duplamente os mais pobres: destrói o poder de compra da moeda e ainda utiliza os impostos dos pequenos para financiar empresários ricos.

Pressão

E é por isso que vamos continuar a dar todo o apoio à Operação Lava Jato.  Graças a esse trabalho, o de pressionar os empresários favoritos, a justiça vai descobrir muitos outros detalhes de como eles assaltavam o Brasil.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta