Anúncios

Parabéns, São Paulo. Prenderam o ministro da Dilma e mandaram recado para os inimigos do juiz Sérgio Moro

Screenshot_2016-06-23-21-21-25

O procurador da República Andrey Borges de Mendonça declarou que a Operação Custo Brasil, que prendeu o ex-ministro do Lula e da Dilma, Paulo Bernardo, é “uma resposta àqueles que celebraram com champanhe” a retirada dessa fatia da Lava Jato das mãos do juiz federal Sérgio Moro.

A República de Curitiba orgulhosamente parabeniza à Polícia Federal e toda equipe da Operação Custo Brasil, de São Paulo.

 

 

Anúncios

Participe da discussão

60 comentários

  1. Num pais como outros que sabemos onde a corrupção impera ou tornou-se comum,o povo é que paga;um povo sofrido pela ganancia ou insensatez de uns poucos;é mais ou menos setenta por cento cem nada e 30 com muito ou toda os recursos gerado.Felizmente Deus é também brasileiro;e nos mandou O juiz Sérgio Moro comandando sua equipe,nos orgulhando,mostrando ao mundo,que ainda ,o que não acreditávamos está acontecendo é Brasil justiçado.Parabéns República de Curitiba

    1. parabéns nada.se esse pessoal do judiciário,tivesse feito ao longo desses anos 1/4 do que o juiz Sérgio Moro tá fazendo,com certeza a situação não teria chegado ao ponto que chegou e eles não estão fazendo nenhum favor,ganham pra isso,o povo tá de olho se eles vão deixar figuras importantes de outros partidos de fora,cadeia para PT,PMDB,PSDB entre outros sem proteção,doa a quem doer.

  2. policia federal ministerio publico estamos sempre com vc avante pegar inimigos do brasil

  3. Que vergonha desta republiqueta seletiva.
    Nem sequer comentam uma linha sobre as falcatruas dos golpistas e entreguistas das riquezas do Brasil.
    Cadê os canalhas do PSDB, PMDB, PP, DEM; com licença, vou vomitar.

  4. O SUPREMO ESTÁ É MUITO FOLGADO; ELES NÃO TEM MORAL PARA NADA, E DESFAZ O QUE ELES DEVERAM FAZER ????? Toflio voceis acovardam Brasileiros Ladraõs e esconde debaixo das capas Pretas ???????

  5. Enquanto não houver concurso público para o cargo de magistrado do STF e continuar com o velho costume de indicação por facções políticas dos ditos membros subservientes, com certeza a tendência é o Brasil continuar afundado na república federativa do bandido, onde o número de homicídios explodiu com aumento de mais de 70% em dez anos, que revela a estratégia da expansão política criminosa que tomou conta do país.

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: