República de Curitiba

Início » Uncategorized » Para procurador da República, Lula é chefe de organização criminosa

Para procurador da República, Lula é chefe de organização criminosa

Estatísticas do blog

  • 1,871,948 cliques
agosto 2016
S T Q Q S S D
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Facebook da Republica de Curitiba

Screenshot_2016-08-02-13-48-29

Ao denunciar o ex-presidente Lula Luiz Inácio Lula da Silva por obstrução da Justiça, o procurador da República Ivan Cláudio Marx atribuiu ao petista papel de “chefe de organização criminosa”. A denúncia foi recebida pela Justiça Federal em Brasília na sexta-feira, 29. O ex-presidente tem 20 dias para apresentar sua defesa. Ele nega envolvimento no caso.

 

O procurador destaca que o ex-senador Delcídio Amaral (ex-PT/Sem partido/MS) atribuiu a Lula o papel de “chefe da empreitada” para comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró (Internacional), que fechou acordo de delação premiada. Delcídio também fez delação premiada. Seu relato teve peso decisivo na denúncia contra Lula.

 

A trama, segundo a acusação, envolve o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula e preso na Lava Jato desde 24 de novembro de 2015. O temor do grupo era que Cerveró pudesse incriminar Bumlai no esquema de corrupção instalado na Petrobrás.

 

“A narrativa de Delcídio se demonstrou clara, plausível e, ainda, corroborada pela existência das reuniões prévias que realizou com Lula antes de Bumlai passar a custear os valores destinados a comprar o silêncio de Cerveró. Ressalte-se que a existência das reuniões foi confirmada por Lula em seu Termo de Declarações prestado à Procuradoria-Geral da República”, diz a denúncia subscrita pelo procurador Ivan Marx.

 

“A compra desse silêncio buscava também preservar Bumlai por crimes cometidos no interesse do Partido dos Trabalhadores, ocorridos enquanto Lula exercia, pelo PT, o mandato de Presidente da República”, afirma o procurador.

 

Segundo a denúncia, com o avanço das investigações sobre “o esquema criminoso”, a primeira tentativa de barrar as investigações passou pela tentativa de compra do silêncio de possíveis delatores.

(Com informações da Istoé)


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

República de Curitiba

%d blogueiros gostam disto: