Projeto pretende tornar Deltan Dallagnol cidadão honorário de Curitiba

Posted by

Deltan

Procurador é um dos coordenadores da força-tarefa Lava Jato. Proposta é iniciativa da vereadora Carla Pimentel (PSC)

Na próxima terça-feira (16), os vereadores de Curitiba debatem e votam em plenário se o procurador Deltan Dallagnol, um dos coordenadores da força-tarefa da Operação Lava Jato, deve ser homenageado com o título de Cidadão Honorário.

A iniciativa é da vereadora Carla Pimentel (PSC), que justifica a proposta com o próprio currículo de Deltan: ele é mestre pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e acumula 200 horas de cursos sobre lavagem de dinheiro, corrupção e evasão de divisas. O procurador e a vereadora são evangélicos. Essa comunhão é ressaltada na justificativa da autora do Projeto de Lei.

O título é entregue a quem ajuda a desenvolver a comunidade local. O cidadão homenageado passa a ser “conterrâneo” da cidade, mesmo que não tenha nascido ou não resida no local que presta o tributo. O procurador é natural de Pato Branco, no Sudoeste do Paraná.

Deltan Dallagnol ingressou no Ministério Público Federal (MPF) em 2003, com apenas 23 anos. À época, ele era o segundo procurador mais novo do Brasil. Deltan trabalhou no caso Banestado e, quando voltou da especialização nos Estados Unidos, passou a se dedicar exclusivamente à Lava Jato. Ele também é um dos idealizadores das Dez Medidas contra a Corrupção, que alcançaram mais de 2 milhões de rubricas em todo o país, e tramitam na Câmara dos Deputados.

Em 26 de maio desse ano, a Câmara de Vereadores de Pato Branco concedeu ao procurador a Medalha de Honra ao Mérito Pato-branquense

Sergio Moro

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos na primeira instância da Lava Jato, já é Cidadão Honorário de Curitiba. Os vereadores aprovaram em abril o Projeto de Lei com 31 votos favoráveis e um contrário. A iniciativa foi apresentada pelo vereador Chico do Uberaba (PMN).

Fonte: Gazeta do Povo

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta