Policiais do Senado, ligados a Renan, tinham a finalidade de criar embaraços às investigações da Lava Jato, diz PF

Posted by

renan-policia

 

De acordo com a Polícia Federal, o grupo de policiais do Senado preso nesta sexta-feira (21) era liderado pelo diretor Pedro Ricardo, ligado à Renan Calheiros (PMDB-AL) e tinha a finalidade de criar embaraços às ações investigativas da PF em face de senadores e ex-senadores, utilizando-se de equipamentos de inteligência. Os policiais legislativos são suspeitos de prestar serviço de contrainteligência para ajudar parlamentares investigados em operações da PF, como a Lava Jato.

“Em um dos eventos, o Diretor da Polícia do Senado ordenou a prática de atos de intimidação à Polícia Federal, no cumprimento de mandado expedido pelo Supremo Tribunal Federal em apartamento funcional de Senador”, afirmou, em nota, a corporação.

Os investigados responderão por associação criminosa armada, corrupção privilegiada e embaraço à investigação de infração penal que envolva organização criminosa. Somadas, as penas podem chegar a 14 anos e seis meses de prisão, além de multa.

Renan ainda não se manifestou sobre o caso. Segundo assessores, ele já viajou para Maceió.

 

Anúncios

5 comments

  1. Temos um vampiro cuidando do banco de sangue! Esse senador atua contra os interesses da população brasileira! Quer agora criar uma lei de ABUSO DE AUTORIDADE com o intuito de se proteger! Fora Renan!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s