Operação Boca Livre, sobre os desvios de R$ 25 milhões da Lei Rouanet, cumpre 29 mandados de busca e apreensão

Posted by

Director Kleber Mendonca Filho and cast members hold placards on the red carpet as they arrive for the screening of  the film "Aquarius" in competition at the 69th Cannes Film Festival in Cannes

A Polícia Federal de São Paulo realiza na manhã desta quinta-feira (27) a segunda fase da Operação Boca Livre que investiga empresas patrocinadoras de projetos culturais aprovados no Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet. Os desvios, segundo a PF, chegam a cerca de R$ 25 millhões.

A PF cumpre 29 mandados de busca e apreensão expedidos pela 3ª Vara Criminal de São Paulo na chamada Operação Boca Livre S/A nos estados de São Paulo e no Paraná. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Jundiaí, Cerquilho, Várzea Paulista, Campinas, São Paulo, Osasco, São Bernardo do Campo, Santo André, Barueri e Curitiba.

Segundo a PF, 100 policiais e 24 servidores da Controladoria Geral da União (CGU), que está à frente da apuração, participaram da ação. Só na cidade de São Paulo 20 mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

A segunda fase da operação Boca Livre foi realizada após a análise do material apreendido em junho, quando ocorreu a primeira fase, junto às empresas patrocinadoras.

A investigação apura o desvio dos recursos da Lei Rouanet com marketing corporativo e eventos institucionais para convidados, que não estão previstos legalmente.

O inquérito policial da PF aponta que o interesse de algumas empresas patrocinadoras não era o apoio a um projeto cultural, mas sim a utilização indevida dos recursos para seu próprio benefício, chamado de “contrapartidas ilícitas”.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta