Juiz do DF manda cortar luz, água e comida de escola ocupada. Em dois dias, invasores se retiraram de forma pacífica

Posted by

ocupacao-df

O juiz Alex Costa de Oliveira, da Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal, autorizou expressamente durante o plantão judicial no domingo, 30, que a Polícia Militar utilizasse ‘meios de restrição à habitabilidade’ da escola Centro de Ensino Ave Branca (Cemab) de Taguatinga, cidade-satélite de Brasília – ocupada até a manhã desta terça, 1, por grupos contrários à PEC 241 que prevê corte de gastos nos próximos 20 anos.

Em sua decisão, o juiz autorizou corte de água, energia e gás dos imóveis da escola, além da proibição da entrada de terceiros na escola, inclusive parentes dos estudantes.

Alex Oliveira também proibiu a entrada de alimentos e do uso de ‘instrumento sonoro contínuo direcionado ao local da ocupação para impedir o período de sono’.

Segundo a assessoria da Polícia Militar do DF, contudo, nenhuma destas medidas foi adotada e o imóvel da CEMAB foi desocupado nesta terça, pela manhã, ‘de forma pacífica pelos próprios estudantes ao serem informados pelo oficial de Justiça’.

 

Fonte: Estadão

Advertisements
Anúncios

3 comments

  1. Investigar ladrão é assedio??? Na verdade, a população quer é ver esse pilantra do LULA NA CADEIA!!

  2. Se todas as as cidades onde estes vândalos estão fazendo isto adotasse esta medida Jaja acaba com essa baderna.
    Parabéns sr. Juiz!

Deixe uma resposta