República de Curitiba

Início » Uncategorized » “Querem trazer o caos para o Brasil”, diz Patrick, estudante que luta pela desocupação das escolas

“Querem trazer o caos para o Brasil”, diz Patrick, estudante que luta pela desocupação das escolas

Estatísticas do blog

  • 1,654,269 cliques
novembro 2016
S T Q Q S S D
« out    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Facebook da Republica de Curitiba

patrick

 

O estudante Patrick Ignaszevski, porta-voz do movimento Desocupa Paraná, que discursou na Assembleia Legislativa do Estado, no dia 25/10, sobre a ocupação das escolas, afirma que a “luta não é pela educação e sim pela derrubada de um governante e trazer o caos para o Brasil”.  Além de ser contrário aos protestos em todo o país, ele deverá ser ouvido em Brasília (DF) para falar sobre as invasões.

Patrick escreveu um artigo exclusivo para a página República de Curitiba, em que analisa a motivação por trás das invasões nas escolas. Confira:


Invasões nas escolas, a luta pela educação contra a própria educação

Todos nós sabemos que a educação pública no Brasil é precária, e que precisamos de uma reforma no ensino urgente, reconhecida por sindicatos, educadores e entidades estudantis. Mas por que quando chega essa possiblidade de uma reforma de ensino simplesmente todos aqueles que eram a favor mudam de lado?

No Paraná, quase 900 instituições públicas foram ocupadas contra a reforma do ensino médio, dentre elas: escolas, universidades e núcleos de educação sem ao menos ser debatida a MP 746, que propõe mudanças no ensino médio. Invasores todos unidos em um único som FORA TEMER! Mas as invasões nas escolas não estão contra a reforma proposta pelo presidente?

Quando questionados aqueles que estão dentro de locais públicos invadidos cerca de 90% deles não sabem ao menos qual seria a mudança que a reforma traria para a educação. E, pasmem, dentre eles, nem os próprios professores que estão apoiando as invasões. Em 2014 a instituição que se diz representar os estudantes UBES (União brasileira de estudantes secundaristas) apoiava a reforma do ensino médio proposto pelo governo Dilma-PT, mas por que, com a mudança de governo, a instituição mudou de lado? Por que os sindicatos e professores não saíram para as ruas protestar contra o corte de 10,5 bilhões feito pelo governo Dilma? Professores, diretores e estudantes que são contrários a esse tipo de manifestação são simplesmente coagidos e obrigados a aceitar a situação. Onde está a democracia que eles tanto falam?

Felizmente o real cenário das invasões nas instituições públicas no Paraná mudou. Hoje não passam de 250 invasões, pois não só os estudantes que lá estavam perceberam que estavam sendo doutrinados por uma ideologia politica e sindical, mas também os próprios professores, que em sua maioria são contrários a esse tipo de protesto. Não existe luta pela educação de qualidade com escolas fechadas. Se queremos um país de primeiro mundo, em todos os sentidos, ele deve ser construído dentro da sala de aula. Impedir estudantes de fazerem a prova do ENEM e terminar o ano letivo só reforça a visão que todos nós temos: a luta não é pela educação e sim pela derrubada de um governante e trazer o caos para o BRASIL.

Patrick Ignaszevski – Desocupa Paraná.


4 Comentários

  1. Manoel José da Silva disse:

    Sim essa luta que os estudantes mostram ocupando as escolas é política! Por trás estão os sindicalistas e partidos políticos que querem atrapalharem muito mais o desenvolvimento e progresso do Brasil que luta para sair de uma crise de desconfiança moral e ética!

    Curtir

  2. Leila Pereira Gonçalves disse:

    Concordo plenamente com Patrik. Esse movimento é só pra tumultuar o governo que está tentando colocar um pouco de ordem , nos desmandos do Pt e dos políticos sujos que estão ainda votando leis . Políticos que na maioria , não nos representa. Renan Calheiros tem que ser varrido do Senado. Tem onze processos e nenhuma vergonha de dar entrevista como se caráter ilibado tivesse … uma vergonha!!!

    Curtir

  3. José Joaquim Marques disse:

    Está mais do que clara a verdadeira intenção destas invasões. A idéia é não permitir que aconteça a reforma, pois ela elevará o país e aí eles, a corja de ladrões,
    não conseguirão mais ter acesso ao poder.

    Curtir

  4. Antonio Marques disse:

    Bom, boa navegada a todos, quero manifestar meus sinceros votos de lamentar profundo por esse envolvimento de adolescentes que estão sendo manipulados para criar baderna no meio de pessoas do bem e principalmente providas de cultura, o mesmo que um bando de mendigos entrar em uma festa e falar que são convidados sendo que está na cara que aquele grupo distoa completamente dos demais, mas o pior é que esse grupo não diaconia que está queimando o filme deles mesmos, verdadeiros maltrapilhos desfilando no meio dessa nossa sociedade.
    O QUE TEM QUE FAZER É CORTAR ÁGUA, LUZ, TELEFONE E NÃO PERMITIR A ENTRADA DE MAIS NINGUÉM. NA SAÍDA DE CADA UM, PRISÃO POR FORMAÇÃO DE QUADRILHA, DEPRECIAÇÃO DA COISA PÚBLICA, E DISPONIBILIZAR OS NOMES DE CADA DETENTOS PARA ENTRAR COM A AÇÃO DE DANOS MORAIS E MATERIAIS DOS ALUNOS PREJUDICADOS, ALÉM DE LUCROS CESSANTES. PELOS PREJUÍZOS FUTUROS DE CADA PREJUDICADO. EM CASO DE MENOR A AÇÃO CAIRÁ SOBRE OS PAIS.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

República de Curitiba

%d blogueiros gostam disto: