República de Curitiba

Início » Uncategorized » Operações Lava Jato e Mãos Limpas: juízes contam detalhes sobre suas investigações e o paralelo entre elas

Operações Lava Jato e Mãos Limpas: juízes contam detalhes sobre suas investigações e o paralelo entre elas

Estatísticas do blog

  • 1,654,269 cliques
novembro 2016
S T Q Q S S D
« out    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Facebook da Republica de Curitiba

moro-e-colombo

O juiz Sérgio Moro, que conduz a Operação Lava Jato, e o ex-magistrado italiano Gherardo Colombo, um dos responsáveis pela Operação Mãos Limpas, participaram juntos de talk show sobre o tema “Combate à Corrupção – Experiência Italiana e Brasileira”, durante o VI Encontro de Juízes Estaduais (Enaje), em Porto Seguro (BA), no dia 4.

Na apresentação, os dois compartilharam suas experiências e metodologias com os convidados. Ambos contaram que utilizaram grampos, delações premiadas, análise de documentos apreendidos, além de contar com a cooperação jurídica internacional, espécie de pacto com juízes de outros países.

Colombo

Gherardo Colombo fez uma síntese da Operação Mãos Limpas na Itália, que começou em 1992 e revelou que quase todas as grandes empresas tinham fundos ilegais que serviam para corromper. “Nós descobrimos, talvez, cem mil investigações e financiamentos ilícitos”, disse. “Acho que foram dezenas de milhares de casos. A corrupção na Itália é um sistema. As relações entre a administração pública e os empresários passam pela corrupção. A operação durou tanto tempo praticamente porque nós continuávamos a descobrir provas de corrupção, movimentação de dinheiro que passava de uma parte para outra. Fizemos mais de 700 pedidos internacionais, com pedidos bancários, entre outros, a mais de 29 países.”

O ex-magistrado italiano contou que o processo de investigação persistiu por mais de 13 anos e a opinião pública, que no começo era muito favorável e defensora da operação, começou a deixar de apoiar a atuação do Judiciário. Segundo ele, isso ocorreu a partir do momento em que foram sendo averiguadas irregularidades em diversos segmentos, como atos ilícitos cometidos por profissionais das áreas de medicina, engenharia, entre outros. “Os cidadãos começaram a achar que a operação não tinha fim, que as investigações acabariam entrando na casa deles”, relatou Colombo, contando em seguida sua decisão de se afastar da magistratura em 2005.

Segundo o magistrado, a corrupção tem um caráter serial. “A corrupção é um sistema. A atuação da Justiça é uma ação necessária, mas não é uma condição suficiente. É necessária uma mudança de comportamento na sociedade”, destacando que não existe essa cultura apenas no poder público.

Moro

Ao público do evento, o juiz Sergio Moro contou que assim como a operação Mãos Limpas, ninguém tinha ideia da proporção que a Lava Jato iria tomar. A operação teve início com o caso de um ex-diretor da Petrobras e depois foi descoberto o crime contra a administração pública e valores milionários não declarados. “Até o momento existem quatro ex-diretores da Petrobras que foram condenados criminalmente. Todos os quatro foram presos. Todos eles mantinham contas secretas no exterior com saldos milionários: conta na Suíça, em Mônaco, em Luxemburgo. Um fato que chamou a atenção é que no curso das investigações eles fecharam as contas que tinham na Suíça e transferiram para outros locais”, destacou.

O juiz deu detalhes do esquema de propina e, num paralelo com a Mãos Limpas, observou a constatação de que várias das pessoas processadas na operação italiana foram surpreendidas, anos depois, atuando em outros crimes, em um novo esquema criminoso, “para ilustrar a persistência desse fenômeno que é a corrupção”.

Tanto Moro quanto Colombo tiveram trinta minutos de apresentação e, no final, mais 15 minutos de considerações finais.

8 de novembro de 2016


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

República de Curitiba

%d blogueiros gostam disto: