República de Curitiba

Início » Uncategorized » Aeroportos, rodovias, estádios, fundos de pensão e BNDES. Como a Lava Jato vai trabalhar com a maior delação do mundo

Aeroportos, rodovias, estádios, fundos de pensão e BNDES. Como a Lava Jato vai trabalhar com a maior delação do mundo

Estatísticas do blog

  • 1,653,245 cliques
novembro 2016
S T Q Q S S D
« out    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Facebook da Republica de Curitiba

 

screenshot_2016-11-14-08-52-23

Em fase de conclusão com a Procuradoria-Geral da República (PGR), a delação premiada de executivos da Odebrecht vai ampliar significativamente o volume de trabalho da Operação Lava Jato. A avaliação é de investigadores, advogados e profissionais com acesso às negociações com a empreiteira. Eles estimam que o número de inquéritos, agentes e empresas sob suspeita, além de valores desviados, mais que dobre em relação aos apresentados até agora.

Em 2 anos e 8 meses de investigações da força-tarefa, foram 250 denunciados em 54 ações penais, dos quais 82 já condenados a mais de mil anos de prisão, e R$ 6,4 bilhões de propina identificados no esquema de formação de cartel, desvios e corrupção na Petrobras. A delação da maior empreiteira do País vai revelar a atuação de empresas, políticos, partidos e agentes públicos em esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro em negócios com o governo federal ainda desconhecidos pela Justiça.

 

Obras de aeroportos, rodovias, metrôs, usinas de energia, estádios da Copa, contratos nos setores petroquímico, de saneamento, de defesa, negócios com fundos de pensão e operações com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vão dar nova dimensão ao escândalo da Petrobras, avaliam profissionais com acesso às negociações.

 

Contratos da Petrobras em áreas que ainda não foram alvo ou não tiveram aprofundamento nas investigações, como os de exploração e produção de petróleo e também de gás natural, devem permanecer nos inquéritos de Curitiba, sob a guarda do juiz federal Sérgio Moro. São todos negócios citados nas tratativas da delação da Odebrecht.

 

Petroquímica – Outro setor importante que entrará no foco de atuação da Lava Jato é o de petroquímica. Os negócios da Braskem, maior empresa da área na América Latina, formada em sociedade entre Odebrecht e Petrobras, serão o centro dessa nova frente de apuração dos investigadores da capital paranaense.

 

Nos anexos apresentados pelos advogados da construtora, os executivos confirmam que a Braskem foi uma das principais unidades do grupo a colocar dinheiro no caixa do Setor de Operações Estruturadas – o “departamento da propina”.

 

Os delatores já confessaram que o setor funcionava dentro do organograma da empreiteira para efetuar lavagem de recursos e pagamento de propinas e caixa 2 para políticos e também agentes públicos.

 

Pelo País – A mais longa e difícil das 70 delações da Lava Jato fechadas em dois anos e oito meses de investigações resultará em inquéritos e processos também em outros Estados. Com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), do início deste ano, de que crimes cometidos fora da Petrobras seriam remetidos para os Estados de origem do delito, a previsão é de que novas forças-tarefa exclusivas e integradas pelas três instituições sejam reproduzidas em outros localidades do País, como já ocorre no Rio.

 

O  conteúdo das revelações do presidente afastado do grupo, Marcelo Odebrecht – preso em Curitiba desde junho do ano passado -, e de seus subordinados na delação confirma a tese da denúncia feita contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que a sistemática de desvios e pagamento de propina descoberta na Petrobras foi “profissionalizada” e virou a “regra do jogo” nos contratos assinados entre empresas e governo federal.

 

Iniciada em março de 2014, a força-tarefa já mirou em negócios da Petrobras que somam R$ 200 bilhões. Os principais focos foram contratos nos governos Lula e Dilma Rousseff entre 2004 e 2014.

 

Fonte: Diário do Poder

 


8 Comentários

  1. Por favor, sejam incansáveis!!!

    Curtir

  2. Newton Souza disse:

    É preciso adequar a Lava Jato para investigar e julgar todos os bandidos, de modo a evitar a prescrição dos crimes. O mesmo precisa ser aplicado ao STF, senão será apelidado de cemitério de crimes e salva-guarda de criminosos.

    Curtir

  3. ARACY VILLANI disse:

    ESPERAMOS AGORA COM ESSA DELAÇÃO QUE POSSAMOS TER O SABOR DE COMEMORAR A PRISÃO DE LULA E TODA SUA QUADRILHA PETISTAS !!!!

    Curtir

  4. Evandro S. Nogueira disse:

    Os fios dos novelos BNDEs, Fundos de Pensões e Bancos Públicos estão sendo puxados, logo se chegará também a diversos outros esquemas em outro setores: Papel e Celulose, proteínas animais, teles, minérios e vai…, vamos ver que absolutamente todos os OLIGOPÓLIOS se utilizam dos mesmos artifícios que a Odebrecht!

    Curtir

  5. sueli Maria Chaves Feldmann disse:

    Não podem parar de investigar. O povo clama Lula e Dilma na cadeia. E mais a Dilma deve perder os benefícios dados aeela por Renan Calheiros. Um aposentado vive com um salário mínimo. Ela vai ganhar 30 mil e mais benefícios de vale gasolina para dois carros. Deve é andar de carroça. Ela deve pagar por tudo que fez com o povo Brasileiro Lula também. Aliás todos políticos envolvidos nessa falcatrua toda. Partidos políticos também. Na minha opinião deveriam acabar com o congresso Nacional. Aí sobra dinheiro para pagar os professores. O que é um absurdo parcelarem os salários desses que se não fossem eles não haveria políticos e demais profissionais.

    Curtir

  6. Sylvia Bastos Tigre disse:

    FALTA QTO TEMPO PARA ESSA EXTRAORDINARIA NOTICIA ACONTECA DE FATO ?

    Curtir

  7. Procurei o BNDES no rio de Janeiro com plano de negócios de um parque aquático fizeram todas exigência possíveis cumprirmos fomos barrados na última reunião queiram garantia de 5 x o valor ora se tenho 80 milhões porque iria pedir 20 a juros então é o BNDES uma instituição seria não precisamos nos preocupar o filho de FHC pegou 500 milhões deixou garantia de 2:5 bi correto Grendene pegou 3 bi deixou 15 bi em garantia correto cuba Argentina Gana Venezuela etc. Todos deixaram 5 x correto pau que bate em xico bate em Francisco ( não aqui só trouxas pagão as contas políticos e amigos tem privilégio financeiro corruptos).

    Curtir

  8. Ainda bem que temos a republica de Curitiba, Toda equipe da Lava Jato e o enviado por Deus Sérgio Moro com uma coragem divina para fazer justiça e recolocar o Brasil nos trilhos da justiça…
    #ForçaMoro
    #ForçaLavaJato

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

República de Curitiba

%d blogueiros gostam disto: