República de Curitiba

Início » Uncategorized » Renan e a sua estratégia de ataque à magistratura para asfixiar a Lava Jato

Renan e a sua estratégia de ataque à magistratura para asfixiar a Lava Jato

Estatísticas do blog

  • 1,654,269 cliques
novembro 2016
S T Q Q S S D
« out    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Facebook da Republica de Curitiba

Screenshot_2016-11-19-11-00-15.jpg

Você sabe como os políticos italianos fizeram para derrapar a Operação Mãos Limpas, uma das maiores operações anticorrupção da história europeia? Como exatamente eles conseguiram acabar com a megainvestigação que desmantelou diversos esquemas de propina entre empresas privadas  e órgãos públicos ? Como colocaram um ponto final no trabalho que serviu de inspiração para os promotores e juízes da Lava Jato no Brasil?

Vou mostrar três motivos principais. Dois deles você verá que lhe soam muito familiar, porque é o que estamos vendo acontecer com a Lava Jato neste momento.

1. O Parlamento italiano (exatamente porque era composto por muitas pessoas de algum modo ligadas ao poderes corruptos) promulgou novas leis que modificaram e, em determinados casos, até cancelaram alguns crimes, como o de concussão (crime praticado por funcionário público, em que este exige, para si ou para outrem, vantagem indevida);

2. Os magistrados foram deslegitimados em âmbito profissional e pessoal. Foram alvo de várias acusações infundadas, como de terem realizado prisões ilegais,  de serem comandados pela CIA, de terem feito a operação para destruir o sistema dos partidos, de estarem envolvidos em atividades ilegais e assim por diante.

3.  E, o mais grave de tudo, magistrados foram assassinados (como por exemplo Salvatore Borsellino e Giovanni Falcone, entre outros) justamente porque estavam descobrindo as relações que tinham sido criadas entre o sistema político e o sistema mafioso.

Mas o momento exato em que os políticos poderosos da Itália começaram a ter êxito foi quando focaram na criação de  conflitos de interesse com a magistratura. Isso dividiu a opinião pública.

Hoje, no Brasil, temos o senador Renan Calheiros na missão de confundir a opinião pública. Ele trouxe assuntos que certamente devem ser pauta de discussão, como os supersalários. Mesmo porque há notícias de que existam no próprio Senado em relação, inclusive, a assessores e até ascensoristas. Por outro lado, magistrados íntegros concordam e se posicionam claramente a favor do debate e da extinção dos supersalários na instituição à qual pertencem.

Portanto, onde está a perversidade de Renan? Está no propósito real que o motiva a endossar, neste “exato momento”, comissões e temas como supersalários e abuso de autoridade.

O propósito é desligitimar a magistratura, ou seja, tirar o reconhecimento da autoridade de pessoas-chave como o juiz federal Sérgio Moro. Quebrar a delicada confiança e respeito da população em instituições responsáveis por trazer à tona o profundo envolvimento das maiores autoridades políticas do país com as mais importantes empresas públicas e privadas em atividades ilícitas.

Veja como a jogada é sórdida.

Renan acelerou na última quarta-feira (16) a tramitação do projeto que modifica a lei de abuso de autoridade. De acordo com calendário negociado em reunião de líderes da Casa, a proposta será votada diretamente em plenário no dia 6 de dezembro. O projeto prevê diferentes punições a ações policiais e do Ministério Público e, portanto, é um ameaça direta à Lava Jato.

Ontem (18), Lula pediu prisão do juiz Moro  devido “à prática de abuso de autoridade”. Muitos, ingenuamente, riram. Inclusive eu.

O que precisamos entender é que essa é uma estratégia consciente da classe política para acabar com a Lava Jato. Portanto, um forte investimento de cada cidadão em análise, informação e participação comunitária diante das decisões de medidas anticorrupção é urgente. Afinal, a corrupção desenfreada que vemos hoje no Brasil é uma consequência dessa lição que ignoramos.

 

19 de novembro de 2016.

Elisa Robson é jornalista, especialista em Marketing e Negócios, mestre em Comunicação e Linguagens e administradora da página República de Curitiba.

foto-elisa-x


5 Comentários

  1. Geny Moura disse:

    Pessoal,não vamos na onda do Sr Renan,pois já conhecemos bem a sua ficha.Nao vamos abandonar os nossos juízes que estão arriscando suas vidas,para ajudar o nosso País. Vamos colaborar,fazer a nossa parte.Do resto, Deus cuidará, pois Ele sempre estará do lado da justiças; não vamos parar,queremos a nossa dignidade e o nosso dinheiro de volta.! Coragem minha gente,Deus é Brasileiro e Estará sempre do nosso lado.
    Oremos pelos nossos homens de bem que estão arriscando suas vidas . Que Nossa Senhora Aparecida os protejam com o seu Sagrado Manto. !!!

    Curtir

  2. Brenda Fernandes Aprigliano disse:

    Renan não é só perverso, ele é um câncer, que assim como Lula, precisam se extirpados da política.
    Ele promoveu em parceria com Lewandoviski o indigno fatiamento do impeachment, ajudou a livrar o marido de Gleisi Hoffman da cadeia, e tem toda uma trajetória já comprovada de falta de escrúpulos e malfeitos em toda sua atuação na vida pública.
    Tem um potencial enorme de fazer ainda muito mais mal ao País do que o mal por ele já praticado.
    Apoio a campanha: “O Brasil quer ver Renan cassado e preso”

    Curtir

  3. Isis Barbosa disse:

    Renan está assegurado por muitos. No STF tem muitos que são favoráveis ao aumento…basta ver o Levandowski…ninguém quer perder a grana que entra mole…o povo que morra…Está aí pra quem quiser ver…infelizmente vcs são menoria dentro dessa quadrilha.

    Curtir

  4. Carolina disse:

    Nos temos a Polícia Federal e a Equipe do Juiz Moro que estão sendo os que estão conosco para acabar com as safadezas e os espertos do Nosso Brasil ! Eles são os Zangões e o Povo as Abelhas ! Não mexam !!!! Vcs não sabem o que os esperam ! O Congrresso fazer as Leis com o Nosso Aval ! Para o bem do nosso Brasil !!! O enxame está 👀 Esperando as decisões ! Decisões que os Zangões e o enxame espera … 👍

    Curtir

  5. FRANCISCO ALVES DE SOUSA disse:

    Devemos sim, extirpar do meio publico todo e qualquer ação ou politico que rouba ou tenta enganar o povo. Fora RENAN, LULA , TEMER OU QUALQUER OUTRO que roubou ou deixou roubar o já sofrido POVO BRASILEIRO.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

República de Curitiba

%d blogueiros gostam disto: