Nutrends retira patrocínio do Boa Esporte após contratação de Bruno

Posted by

Goleiro

 

A contratação do goleiro Bruno, de 32 anos, pelo Boa Esporte, equipe de Varginha, no Sul de Minas, gerou polêmica e críticas ao clube e aos patrocinadores. Uma das empresas que apoiava o time decidiu, na noite deste sábado, deixar de estampar a sua marca na camisa. A Nutrends Nutrition afirmou, depois de reunião, que não vai mais patrocinar o Boa.

Por meio de nota publicada na página oficial da empresa no Facebook, a Nutrends anunciou o fim da parceria. “Em reunião extraordinária, a diretoria da Nutrends Nutrition decidiu que, a partir de hoje (sábado, 11/03), a empresa não é mais patrocinadora/apoiadora do Boa Esporte Clube”, diz o documento. A marca era estampada no ombro da camisa do time. Em poucos minutos, vários internautas apoiaram a decisão.

“Parabéns pela sensata decisão de não vincular a imagem da empresa a um time que contrata assassinos! Parabéns por ouvir seus consumidores! Vocês ganharam meu respeito”, comentou uma seguidora da empresa. “Que todos os outros patrocinadores sigam este exemplo!!! Apoio a time de assassino é ser conivente com o crime!!!”, cobrou outro fã da marca. “Parabéns! Apoiar time que contrata feminicida seria péssimo para a imagem de qualquer empresa”, manifestou-se outro cliente da Nutrends.

Bruno acertou nessa sexta-feira o contrato por duas temporadas com o Boa Esporte. Já este ano, ele poderá disputar o Módulo II do Campeonato Mineiro e a Série B do Campeonato Brasileiro. Desde que saiu da cadeia, em 24 de fevereiro, os advogados do atleta afirmavam que ele tinha aproximadamente dez propostas para voltar aos gramados.

 Fonte: Estado de MInas
Advertisements
Anúncios

8 comments

  1. Parabéns a esta empresa, pois realmente apoiar time que contrata criminoso como foi o caso do Bruno com crueldade é apoiar o crime. Esperamos que outras façam o mesmo que sua empresa.

  2. Muito bem. Apoiar time de futebol que idolatra assassino de mulheres é ser igual e a Nutrends mostrou que não é. Parabéns.

  3. Parabéns pela atitude desta empresa, Que todas sigam este exemplo. Ou então daqui a pouco vira moda mandar tirar a vida dos outros. Apoiadissimo !!!!

  4. Eu até concordo que todos tem de ter uma segunda chance,mas a crueldade como foi feito este crime,esquarteja,jogar os restos mortais para cachorro e ainda dissolver alguma partes em soda,não merece perdão. Não há a minima possibilidade de recuperação.O sorriso sempre presente no rosto mostra o quanto este indivíduo é sádico e cínico.

  5. Até concordo com uma chance para esse indivíduo, só que precisa cumprir sua pena de 22 anos de prisão e deixar a soberba de lado, saiu mas prepotente que já era

  6. Vai toma nos seus cu, o cara e foda e vcs vão ter que engulir. Vocês não sao ninguém pra querer julgar bando de abutres até parece que na família de vocês não tem vagabundos.
    Esses que querem ferra com o Bruno e oque mas tem vagabundo na família.
    Se enchergao bando de passa fome. Os ricos pouco importa com ele só vocês mesmos insetos.

  7. Segunda chance até poderia existir se ele tivesse cumprido a pena e mais,informasse a família da vítima onde estão os restos mortais da Elizia. Dando oportunidade de um sepultamento digno a sua familia.

Deixe uma resposta