“Não deixe ninguém dominar a sua vida”, escreve Rosangela Moro

Posted by

rosangela-moro.jpg

Em artigo publicado hoje (4), a advogada Rosangela Wolf Moro, mulher do juiz Sergio Moro, escreveu uma mensagem de motivação às mulheres: “Não deixe ninguém dominar a sua vida, assuma o comando”. O texto foi publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo sob o título “Com licença, eu vou ao mercado”.  Nele, ela revela alguns detalhes da sua criação, como o fato de seu pai  tê-la educado, assim como à sua irmã, para ser uma mulher independente.

 “Eu cresci achando que meu pai queria ter tido filho homem e que a natureza tinha contrariado o desejo dele. Eu achava isso porque nem eu nem minha irmã éramos poupadas de atividades de cortar a grama do jardim, de trocar o pneu do carro e de acompanhá-lo nas rodadas de chimarrão masculinas.

Aliás, em casa, saber trocar o pneu era requisito para poder sair de carro. E, para que o procedimento não fosse esquecido, de tempos em tempos o pneu aparecia furado. Sim, era meu pai, à maneira dele, pondo à prova a nossa capacidade de não sermos frágeis.

Passados os anos eu compreendi. Ele não queria filho homem, ele queria que fossemos independentes. E assim me tornei. Mas, claro, levava sempre no carro uma luva de borracha para não estragar as unhas esmaltadas, acaso tivesse que trocar o pneu.”

Rosângela também chama atenção para as responsabilidades que a mulher precisa assumir.

“Não somos frágeis. Falta aprendermos que a maior independência que uma mulher pode ter é de realizar as suas próprias escolhas sob uma única influência: a da sua própria vontade. É sempre mais fácil culpar o marido, o namorado, ou namorada, os filhos, o chefe ou o trabalho, porque se algo der errado, há alguém a quem atribuir a culpa pelo insucesso.

Se admitirmos que a escolha é nossa, somente nossa, assumimos a consequência. Não deu? Tenta de novo, tenta de outra maneira, mas não desista.”

Ela também remete ao problema da violência contra as mulheres.

“Não admita nenhuma forma de violência. A frase que mais amo é da Alice Walker: “Não pode ser seu amigo quem exige o seu silêncio ou atrapalha o seu crescimento”. Amizade ou amor constroem, não destroem. A violência física contra a mulher é preocupante e os números são alarmantes. Nada justifica a violência contra quem quer que seja.

Preocupa-me ainda mais a violência psicológica. Um roxo no olho é difícil esconder e essa visibilidade pode ser a força motivadora para a busca de ajuda. Mas o roxo da alma não. Esse hematoma na alma não deixa sinais visíveis e tem enorme poder de destruição. Destrói sonhos, destrói projetos, mata.”

No último trecho, a advogada faz uma referência indireta à declaração da senadora Gleisi Hofmann (PT – PR), proferida por ocasião ao Dia Internacional da Mulher. Na época, Gleisi recomendou às senadoras fazer greve e não permitir qualquer votação no Senado, além de uma “abstenção sexual”.

 

“E….. e você não tem que fazer greve de sexo, ao menos que você mesma queira. Você faz se você quiser e não faz se você não quiser. Ponto. Não pode ter outra regra. Não deixe ninguém dominar a sua vida, assuma o comando.”

Advertisements
Anúncios

One comment

Deixe uma resposta