A parte de Jucá no assalto aos cofres públicos: R$ 22 milhões

j

 

Ex-executivo da Odebrecht, Cláudio Mello Filho revelou que ele sozinho pagou “R$15 a 16 milhões” ao senador Romero Jucá (PMDB-RR) desde que chegou em Brasília, em 2004. Mas mencionou outros pagamento para o senador, atual presidente nacional do PMDB, que totalizam R$22 milhões.

Cláudio Mello Filho também revelou em sua delação premiada o pagamento de outros R$ 6 milhões por meio de outro diretor da empreiteira, Henrique Valadares, do setor elétrico. O pagamento seria referente à garantia da obra da hidelétrica de Santo Antonio.

Ex-diretor da Odebrecht em Brasília, Cláudio Mello Filho substituiu o próprio pai, já falecido, que exerceu durante muitos anos a função de manter relacionamento com autoridades governamentais.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s