Palocci começa a considerar vantagens da delação

p1

 

O ex-ministro Antonio Palocci teve uma primeira reunião com a força-tarefa da operação Lava Jato em Curitiba para negociar um possível acordo de delação premiada, segundo reportagem nesta terça-feira do jornal Folha de S.Paulo.

Palocci, que está preso desde setembro do ano passado, está considerando as vantagens de um acordo com Lava Jato e pode tratar em sua delação de casos de corrupção que envolvem empresas do sistema financeiro, como bancos, e conglomerados que não integram o grupo de empreiteiras.

Na lista também há fatos ligados ao ex-presidente Lula – de quem ele defendeu interesses econômicos – e às campanhas do PT. Também estava na reunião com a força-tarefa da Lava Jato o delegado Felipe Pace, que conduziu investigações que prenderam o político.

O advogado Roberto Batochio, que defende Palocci, disse à Folha que não foi informado sobre eventual delação do ex-ministro e que deixará o caso se o cliente tomar a decisão de firmar acordo.

 

Anúncios

1 comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s