Moro exige 6 condições para soltar José Dirceu

Posted by

 

mgm

 

Menos de um dia após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter concedido o habeas corpus para o ex-ministro José Dirceu, o juiz Sérgio Moro determinou a soltura do ex-ministro ainda na manhã desta quarta-feira (3). De acordo com o despacho expedido pelo juiz, o petista deve deixar o cárcere utilizando a tornozeleira eletrônica.

Além da tornozeleira eletrônica, Moro ainda determinou outras restrições ao ex-ministro, como proibição de deixar o país, entrega dos passaportes brasileiros e estrangeiros, proibição de contatar ou se encontrar com outros acusados no processo e testemunhas. O despacho ainda prevê a obrigação de Dirceu de comparecer a todos os atos do processo, além de atender todas às intimações.

Moro justificou as determinações já que, pelas duas condenações de José Dirceu, “há um natural receio de que, colocado em liberdade, venha a furtar-se da aplicação da lei penal”. O juiz ainda explicou a não aplicação de uma fiança para a soltura do ex-ministro argumentando que já existe uma ação para o recolhimento de “alguns bens de seu patrimônio em seu nome e em nome de pessoas interpostas”.

José Dirceu deve deixar o Complexo Médico Penal, em Pinhais, onde esteve preso preventivamente e ser encaminhado para a 12ª Vara Federal para a colocação da tornozeleira eletrônica. Em seguida, Dirceu está autorizado a seguir para a cidade de Vinhedo.

Veja as seis exigências impostas ao ex-ministro:

– Monitoramento por tornozeleira eletrônica;

– Proibição de deixar a cidade de seu domicílio, em princípio, Vinhedo (SP);

– Proibição de se comunicar, por qualquer meio ou por interpostas pessoas, com os coacusados ou testemunhas em três ações penais em que é investigado.

– Comparecimento a todos os atos do processo e atendimento às intimações, por telefone, salvo se dispensado pelo Juízo;

– Proibição de deixar o país;

– Entrega em Juízo de seus passaportes brasileiros e estrangeiros.

 

Fonte: Gazeta do Povo

Advertisements
Anúncios

8 comments

  1. Agora, importante monitorar MINUCIOSAMENTE o DESCUMPRIMENTO das exigências de Moro, e assim, RESPONSABILIZAR prontamente os “juízes” que o soltaram.

  2. Gilmar Mendes é uma tragédia para o judiciário. Não está empenhado em cumprir a Lei, mas sim em prestar serviço aos bandidos que assaltaram o Brasil e o povo brasileiro e colaborar com o desmonte da delação premiada e da Operação Lava Jato.
    Junto com Toffoli e Lewandoviskis, também tragédias semelhantes para o judiciário, colocaram o STF no descrédito e perderam todo o respeito que a população de bem poderia ter pelo Supremo.
    Supremo que de Supremo não tem nada, a não ser a Suprema falta de amor e respeito a esta Nação!
    Será que estão com receio que as delações cheguem neles??? Um caso a pensar, ou quiçá investigar!!

    1. Além do estar enciumado por juiz Sérgio Moro ser admirado e conquistado o povo, o cretino desse ministro sacana tenta desviar a atenção de todos da safadeza de soltar Eike Batista, por uma grana muito alta provavelmente

  3. Boa noite
    Bom corrupto protegem corruptos, temos que te leis mais severas para corrupção
    Eu tenho até umas idéias sobre isto
    Pena de morte para político corruptos,
    Corrupção tem que,pagar com a própria vida,pois eles matam milhões de brasileiros
    Todos os dias nos hospitais c,a roubalheira.

Deixe uma resposta