“É preciso aprovar a Lei de Abuso de Autoridade”, dispara José Dirceu

Posted by

 

JD 3

Dias antes de ter a prisão revogada, José Dirceu escreveu do cárcere uma carta de 14 páginas à qual o Estado teve acesso. Comparou os delatores que o acusam a “cachorros da ditadura”, defendeu uma virada à esquerda do PT, criticou o Ministério Público Federal, a Polícia Federal e a ação do juiz Sérgio Moro. Qualificou como golpistas o governo Temer e a mídia. E, diante do risco do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não ser candidato em 2018, em razão dos processos em que é réu na Operação Lava Jato, o petista escreveu: “Darão outro golpe, condenarão e prenderão Lula? Serão capazes dessa violência e ilegalidade? Veremos”. Ele ainda defendeu a aprovação da Lei de Abuso de Autoridade.

A carta em papel almaço e a letra miúda e cursiva remetem à imagem das correspondências mantidas pelos presidiários comuns. Mas as palavras são as de um político. Não de um qualquer, mas de alguém que simboliza a “tragédia de uma geração, a de 1968”, como disse um de seus ex-companheiros, o deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ). Alencar conviveu com o ex-ministro e deixou o PT no início da crise provocada pelo mensalão, em 2005.

Dirceu leu 28 perguntas e, com base nelas, construiu sua última carta do cárcere. Reafirmou seu álibi e sua interpretação sobre os processos do mensalão e da Lava Jato, misturando no documento análise política e o que seria o programa para um futuro governo petista.

Condenado a 32 anos e 1 mês de prisão por Moro em dois processos da Operação Lava Jato, o petista escreveu do Complexo Médico-Penal, em Pinhais, no Paraná. Desde 2016, ele enviava cartas para companheiros de partido, grupos internos e amigos tratando de seu caso, do futuro da esquerda e das táticas para 2018. “Na prisão ou em liberdade, sou um militante político e sempre serei”, escreveu.

Em sua carta, Dirceu traça uma estratégia para o PT. “Nada será como antes e não voltaremos a repetir os erros. Seguramente, voltaremos com um giro à esquerda para fazer as reformas que não fizemos na renda, riqueza, poder, a tributária, a bancária, a urbana e a política. Não se iludam vocês e os nossos. Não há caminho de volta. Quem rompeu o pacto que assuma as consequências.” Para ele, nada impede que o partido apoie, se for o caso, a candidatura de Ciro Gomes (PDT) em 2018. “Devemos nos unir no 1.º ou, seguramente, no 2.º turno.”

Dirceu defendeu ainda a anistia ao chamado caixa 2. “Sou favorável à Justiça, ao respeito à lei e à Constituição, à igualdade perante a lei. Não se pode aplaudir a anistia a centenas de bilhões de reais remetidos ilegalmente ao exterior por centenas de cidadãos, crime de sonegação e de evasão de divisas, de corrupção e lavagem e, não só se opor, mas se ‘escandalizar’ e se ‘indignar’ por puro farisaísmo à anistia do chamado caixa 2, como bem destacou o ministro Gilmar Mendes”, escreveu.

Justiça. Por fim, o petista afirmou que juízes e promotores devem obediência à lei, em vez de “interpretar e legislar como aconteceu hoje em Curitiba”. “Juízes e promotores têm lado, ideologia, são aliados de forças políticas e econômicas que deram o golpe. Foram transformados em celebridades.”

“É preciso aprovar a Lei de Abuso de Autoridade, rejeitar as 10 medidas (contra a corrupção) e submeter o Ministério Público Federal à lei. Abrir a caixa-preta de seus vencimentos, vantagens e privilégios, colocar o MPF sob controle externo e devolver à PF a sua função constitucional de polícia judiciária da União”.

 

Advertisements
Anúncios

4 comments

  1. Ainda não sei o que pensar desses “vampiros” que sugaram o País deixando-o numa situação tão humilhante perante o mundo inteiro! Eles não têm noção do mal que causaram ao povo brasileiro.
    As vezes penso que eles nem são humanos!
    Moro de aluguel e me mudo muito. Cada lugar é um posto de saúde diferente… no atual posto onde
    faço “meu tratamento” o que está fazendo 4 anos que consulto de mê/mês, o médico NUNCA mediu
    minha pressão, NUNCA colocou um aparelho no meu peito, NUNCA olhou meus olhos, nem mesmo qdo
    eu disse que “achava” que estava com CONJUNTIVITE! Vou além; me receitou um remédio de ouvido
    para os olhos que “QUASE” ME SEGOU! Onde vamos parar? quando isso tudo vai acabar e quando é
    que seremos tratados de maneira digna de cidadãos brasileiros?!?
    Quando vejo as fotos e as notícias desses LADRÕES, sinto um triste sentimento: O DE MATAR UM POR UM! Até não restar nenhum deles! É isso. CHEGA!

  2. Esse capacho do regime totalitário de Cuba fala como um vampiro, cheio de ameaças, porque já sabia que esse STF composto dos aparelhados da quadrilha Lulopetista iria soltá-lo.
    Esses comunistas, participantes do Foro de São Paulo, não vão largar o Brasil com facilidade, não os subestimem, são capazes de mandar matar para ter o poder, como aliás já fizeram.
    Prestando bem atenção a esta carta “da cadeia”, fica bem claro que seu projeto político de retorno da esquerda ao poder, envolve um forte ataque à propriedade privada, à liberdade de expressão, á todas as liberdades individuais (incluindo a família, educação dos filhos, etc) e tudo o que o totalitarismo nunca deixa de fazer e que ele chama de erros que cometeram, por não terem levado a termo antes que fossem descobertos.
    Um cardápio típico de um governo esquizofrênico e criminoso como o da Coreia do Norte!
    Querem entregar o Brasil de mão beijada para a Pátria Grande bolivariana, assim como Maduro, Santos e outros.
    Nós é que precisamos entender que ficar na frente do Supremo ou do Senado, que vêm há anos sentando nos processos de corrupção e de um Congresso cheio de políticos indiciados na Operação Lava Jato, é ficar enxugando gelo e dando valor à uma máfia criminosa.
    Na verdade é ficar fazendo papel de otários e dando tempo para a traição que esses três lixos do STF fizeram contra a Nação e o seu povo.
    O lugar certo para ficar gritando contra esses assaltantes é na frente dos quartéis dos Altos Comandos das FFAA, que têm a obrigação Constitucional de defender os brasileiros dos ataques a que estão sendo submetidos por essas Instituições moralmente falidas e traidoras da Pátria!
    Para quem acha que não somos Venezuela, despertemos, porque esse foi o caminho trilhado lá.
    Não há mais espaço para tolerância com o crime, sob pena de decretarmos a pena de morte no Brasil, a morte definitiva da liberdade do cidadão de bem e trabalhador!

Deixe uma resposta