Op. Zelotes descobre mais R$ 6 milhões em jogo e Lula parte para a conquista do hexa

Lula hexa

 

Por Claudia Wild

Com a rica e bombástica delação de Leo Pinheiro, somada a documentos variados, depoimentos de inúmeras testemunhas e com o teor do próprio interrogatório de Luis Inácio Lula da Silva, o triplex do Guarujá está caindo.

Cada vez mais frágil e infantil fica a defesa de Lula, que não só nega a ocultação de patrimônio, como também desafia a inteligência dos brasileiros ao culpar sua falecida esposa pelos trambiques envolvendo propinas e a aquisição fraudulenta do imóvel em tela.

Os ex-ilusionistas do PT ( João Santana e Mônica Moura) não deixaram barato, entregaram Lula e seu poste, sic ( Dilma Rousseff). Jogaram mais material fétido no ventilador. Lula, do ponto de vista processual não se encontra numa situação confortável, muito pelo contrário; está sendo apontado na maioria dos processos criminais que envolvem o escândalo do Petrolão como um partícipe atuante e detentor do comando.

Não bastasse isso, Lula da Silva está para se tornar hexa! Já tem cinco processos e poderá em breve comemorar sua sexta pedra no caminho. Ele acaba de ser novamente indiciado pela Polícia Federal ( Operação Zelotes) por corrupção passiva. Ele é acusado de participar da venda de Medidas Provisórias juntamente com mais doze petistas ou pessoas ligadas ao PT, que teriam ganhado um gordo pixuleco extra para beneficiar montadoras e fabricantes de automóveis nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país. Segundo apuraram, a turma teria embolsado de lobistas nada menos do que R$ 6 milhões de reais, que foram devidamente repassados ao Partido dos Trabalhadores para favorecer empresas com a edição de legislação contendo incentivos fiscais diversos. O que obviamente é negado pela defesa do ilustre acusado.

A nobre defesa de Lula adotou basicamente duas frentes de trabalho; a tese da perseguição política à “viva alma” mais honesta do país, e a segunda; culpar terceiros por seus atos tidos como criminosos.

A zebra não acaba aí. Antônio Palocci também resolveu delatar! Com isso, Lula poderá se ver numa situação mais complicada ainda, já que o “italiano“ – como era identificado na organização criminosa – pretende entregar todo o esquema político/financeiro da quadrilha. Ele era o homem de confiança de Lula e tinha carta branca para negociar em seu nome.

Com a eventual delação premiada do Palocci, corre o risco de Lula se tornar hepta antes da Seleção Brasileira de Futebol! Resta saber se o aparelhado STF reconhecerá seus campeonatos processuais e observará a lei, a fim de impedi-lo da bizarrice de uma disputa eleitoral.

Lula, o pai dos pobres, além de provavelmente possuir ( em breve) impeditivos legais para continuar ludibriando o país com sua política, não detém atributos éticos ou morais para sequer figurar na lista de presidenciáveis nacionais. Dizer que todos seus ex-companheiros de trapaça e partido estão mentindo com o intuito de prejudicá-lo politicamente, só o torna mais covarde e inapto para voltar ao poder, ainda que sejamos um país de uma República tipicamente de bananas.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s