Dep. Marun (PMDB-MS) entra na briga e ataca Gentili: “crime contra a administração pública”

Posted by

 

cmdg

A Câmara dos Deputados enviou uma notícia crime à Polícia Federal (PF) para apuração de eventuais delitos cometidos pelo humorista Danilo Gentili no vídeo em que aparece rasgando uma notificação extrajudicial recebida da deputada Maria do Rosário (PT-RS).

No ofício da Procuradoria da Câmara, de 31 de maio, assinado pelo procurador parlamentar, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), e pela própria Maria do Rosário, os parlamentares enxergam, “em análise preliminar”, injúria, difamação, ultraje público ao pudor e crime contra a administração pública (desacato). O ofício é dirigido ao diretor-geral da PF, Leandro Daiello.
De acordo com o documento, Gentili “extrapola do seu legítimo direito constitucional de manifestação” e agride “com atos e palavras”, não apenas a imagem da deputada Maria do Rosário, mas da Câmara e “de todos os parlamentares legitimamente eleitos”.

O ofício diz ainda que o ato é especialmente grave porque já foi acessado por milhões de pessoas e que o vídeo é responsável por “fomentar o ódio no seio social contra o poder republicano indispensável ao Estado Democrático de Direito”.

O Justiça & Direito entrou em contato com a Procuradoria da Câmara e um dos seus advogados afirmou, pedindo para não ser identificado, que, além de ter enviado a notícia crime à PF, a Câmara está considerando opções para processar Gentili. “O conjunto dos atos do vídeo fala por si só”, disse.

Questionado se, após a análise das hipóteses, a Câmara poderia optar por não processar o comediante, o advogado respondeu que isso “é pouco provável”.

A reportagem está tentando contato com a assessoria de Danilo Gentili, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria. As informações serão atualizadas assim que possível.

Entenda o caso

O humorista Danilo Gentili publicou nas redes sociais, na segunda-feira (30), um vídeo em que aparece rasgando uma notificação extrajudicial que recebeu da deputada Maria do Rosário, assinada pela Procuradoria da Câmara dos Deputados. No vídeo, Gentili recebe o conteúdo, rasga as páginas e esfrega os pedaços nas partes íntimas. Em seguida, coloca-os novamente no mesmo envelope e envia de volta para a Câmara.

Na última quinta-feira (01), um desembargador do Rio Grande do Sul, em uma decisão liminar (urgente), determinou que o vídeo seja retirado do Youtube, do Facebook e do Twitter. A decisão foi uma resposta a um processo que Maria do Rosário está movendo contra Danilo Gentili.

No despacho, o desembargador Túlio de Oliveira Martins considera que o vídeo provoca “grave” dano à imagem da deputada e levanta a possibilidade de ocorrência de crime, o que, “se for o caso, deverá ser apurado em instância própria”.

O desembargador escreve ainda que o conteúdo do vídeo é de “natureza misógina, representando agressão despropositada a uma parlamentar e às instituições” e que “não é notícia, nem informação, nem opinião, nem crítica, nem humor, mas apenas agressão absolutamente grosseira marcada por prepotência e comportamento chulo e inconsequente”.

Advertisements
Anúncios

4 comments

  1. E coisa de parlamenta que nao tem o que apresentar de propostas para melhorar a vida do povo que votou nela!#euapoiogentili

  2. Como cidadã que paga todos os impostos inclusive o salário desses Deputados, posso afirmar que nenhum deles me representam, como sou obrigada a votar eu voto mas ANULO, por entender que não tem nenhum dos que se apresentam confiança que farão um serviço para o País e para o Povo, será que eu estou errada? Então diga, quais foram as medidas que eles fizeram que beneficie a População! Por que tem Leis que não colocam bandidos na cadeia? Por que presos podem receber visitas intimas, visitas semanais de familiares, e pior ainda a família recebe dinheiro por bandido estar preso??? E quanto a Lei que a pessoa entra na delegacia paga e sai mesmo tendo cometido assassinato??? Isso tudo e muito mais que esses que aí estão já aprontaram, dá sim todo o direito do mundo para reclamarmos e rasgarmos qualquer que seja o papel que enviam. Para nós, pessoas de bem, eles não tem a menor legitimidade. Como cidadã, pessoa que sejam negadas qualisquer petições contra um desabafo de cidadãos vendo a sujeira cometida por Políticos. Eles não nos representam.

  3. Oi? Crime contra a administração pública? E como, então, ele chama o que vem ocorrendo na política brasileira protagonizado pelos deputados, governadores, presidentes e ex? Voltamos à época da ditadura? Os militares, ao menos, tiveram a decencia de comunicar ao povo o que era proibido e permitido!

  4. Nem Danilo Gentili nem qualquer outro cidadão brasileiro é obrigado e se expressar de forma que “agrade” a classe política. Ofensa é ter um parente morto porque algum político infeliz se corrompeu e desviou dinheiro da saúde. Ofensa é ver um cidadão atropelado por um motorista infeliz que pagou propina pra ter sua CNH. Ofensa é trabalhar duro todos os dias pra ganhar mil reais enquanto parlamentares ganham muito dinheiro sem pagar impostos e por aí vai…. O resto, senhora Maria do Rosário, é capricho! #estamoscomdanilogentili

Deixe uma resposta