“Herman enobrece o Poder Judiciário e serve de exemplo para Gilmar Mendes”, diz presidente da Ajuris

Posted by

 

haju

O presidente da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul, Gilberto Schäfer, emitiu uma nota pública de apoio ao ministro Herman Benjamin, em que elogia a sua e postura e ressalta que deve servir de exemplo para o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes.

Veja:

“A atuação do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamin enobrece a Magistratura e o Poder Judiciário.  No julgamento da chapa Dilma/ Temer, o ministro tem agido de forma independente, respeitosa, demonstrando apurada capacidade técnica e ética.

Esta postura deve servir de exemplo também ao presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, que de modo desrespeitoso com os demais ministros atenta contra os deveres do cargo.

No atual cenário de insegurança política e de ausência de confiança da nação brasileira nos governantes, esperamos que a forma de atuação do ministro Benjamin sirva de exemplo a todos os membros das instituições, seja no Judiciário, Legislativo ou Executivo. A postura do ministro condiz com o que se espera dos membros dos Tribunais Superiores e representa a Magistratura brasileira.”

Gilberto Schäfer
Presidente da AJURIS

Advertisements
Anúncios

6 comments

  1. A certeza de q os legisladores fazem as leis em troca de R$ ,que o congresso virou uma banca de escambo,já não me surpreende de há muito.O q mais me indigna é q o Judiciário não é isento. Mesmo antes de se concluir os julgamentos ,já se sabe quem votará em que e de que lado estão os senhores ministros.Os jantares e eventos,o entre e sai de ministros ao lado de políticos,de empresários já nos revela quem desfruta da intimidade . A venda e a balança hoje não representam no Brasil Justiça que o povo precisa e confia.Parabéns a Dr. Herman pela brilhante aula q tem dado aos operadores do direito nesses dias!

      1. O minístro Herman Benjamin obrigatóriamente teve de partecipar do velório mas como ele disse não iria ajudar caregar o caixão disto se encarregaram os quatro ROEDORES DO PAIOL ver a cara destes quatro ROEDORES DÁ ÂNSIA DE VÔMITO

  2. É preciso acabar com esses “juizes biônicos” que chegam aos tribunais sem prestar concurso público, mas por favores políticos e comprometidos a pagar a fatura da nomeação, futuramente. Uma excrescência!

Deixe uma resposta