Procuradores manifestam preocupação com possibilidade do STF desfazer acordos da Lava Jato

Posted by

COLETIVA MINISTERIO PUBLICO FEDERAL - CURITIBA (PR) 30/11/2016

Os procuradores Deltan Dallagnol e Carlos Fernando dos Santos Lima publicaram uma nota no Facebook em que alertam para o risco de o STF decidir, hoje (21), fazer uma revisão do acordo de delação premiada do Procuradoria-Geral da República com os irmãos Batista. “A possibilidade de revisão destruiria o ambiente e a segurança favorável à realização de todos os demais acordos com investigados e réus, o que é o motor propulsor das investigações Lava Jato”.

Veja a nota completa:

“Hoje o STF decidirá questões uma questão vital para a Lava Jato. Decidirá se a homologação dos acordos de delação pelo relator pode ser revista. Ache você bom ou ruim o acordo feito pela Procuradoria-Geral da República com os irmãos Batista, a revisão da homologação do acordo, na prática, dificultará, se não impedirá, o avanço das investigações da Lava Jato. Os investigados e réus só fazem acordos porque confiam que eles serão cumpridos. A possibilidade de revisão destruiria o ambiente e a segurança favorável à realização de todos os demais acordos com investigados e réus, o que é o motor propulsor das investigações Lava Jato. Acordos não são pontos de chegada, mas são excelentes pontos de partida das investigações e foram eles que permitiram a expansão exponencial da Lava Jato. Além disso, no caso concreto, a revisão da homologação poderá deixar a descoberto as informações e provas recebidas. Você quer que finjamos não ver o ex-Deputado Rocha Loures correndo com 500 mil reais nas ruas de São Paulo?

Deltan Dallagnol e Carlos Fernando dos Santos Lima

Advertisements
Anúncios

2 comments

  1. Não gostaria não de ver o deputado impune com a mala de dinheiro, porém também não me agrada nada ver o procurador Janot e o Ministro relator Fachin que agiram na calada da noite coletando uma “delação” onde existem vários pontos questionáveis permanecerem sem dar explicações e até serem afastados por improbidade. A impressão que se tem é que foi tecido uma trama para tirar Temer e ao mesmo tempo encobrir o verdadeiro chefe da quadrilha que continua livre., leve e solto querendo que juizes e promotores sejam até exonerados. De passado bastante duvidoso para aqueles que não aceitaram se alienar das forças do país é temerário que esse sujeito venha a retornar à politica para terminar o que começou. Se é apenas para trocar de ladrão fiquemos com o que já está aguardando que até 2018 o Juiz Moro e a Lava jato nos mostrem, “os que não devem voltar à cena politica”. Estamos cansados de servir de fantoches de discursos mediocres proferidos por verdadeiros delinquentes.

  2. A politica brasileira, E uma árvore linda mas que veio.A morrendo os frutos, as folhas,os galhos e o tronco apodreceu!! 2018 e uma semente que o semeador ,chamado povo brasileiro vai plantar e renascerá uma linda arvore nova linda .. E a morta queimaremos .. Deus a de nos fortalecer AMEM

Deixe uma resposta