Fachin nega recurso a mulher que furtou desodorante e chiclete

Posted by

Ministro, que vai decidir sobre habeas corpus a acusados de desviar cifras milionárias na Lava Jato, alegou reincidência da ré; maioria votou pela concessão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato na Corte, negou nesta quinta-feira habeas corpus a uma mulher de 39 anos, presa em flagrante em 2011 por ter tentado furtar de um estabelecimento comercial de Varginha (MG) dois desodorantes e cinco frascos de chicletes, cujo valor atualizado soma R$ 42. O recurso da defesa tinha o objetivo de arquivar o processo criminal, que não informa se e quando ela foi solta.

Advertisements
Anúncios

3 comments

  1. Sem defender o ato de roubar…. no Brasil não basta ser malandro … PARA OBTER HABEAS CORPUS TEM QUE SER MALANDRO FEDERAL, COM GRAVATA E CAPITAL PREFERENCIALMENTE ROUBADO DO BNDS!!!

  2. Cambada de Corruptos, até quando o Brasil vai aceitar isto tudo, Nosso país esta nas mãos destas Autoridades Corruptas não podemos aceitar , Temos que ir para cima e lutar pelo nosso pais , antes que seja tarde….

Deixe uma resposta