Produtora do novo ministro da Cultura vai gravar filme sobre lado obscuro de Lula

sers

Sérgio Sá Leitão, que deixa a chefia da Ancine para assumir o Ministério da Cultura, trabalha em dois grandes projetos que desagradam ao Partido dos Trabalhadores. Sua produtora, a Escarlate, vai filmar “Lula, nunca antes”, cujo roteiro sobre o lado obscuro do ex-presidente foi redigido em parceria com o escritor Guilherme Fiúza, e “Celso Daniel”, que trata do assassinato do prefeito de Santo André, em 2002, maior fantasma da história do partido.

Como ministro, Sá Leitão vai ocupar a cadeira que estava vaga desde 18 de maio, quando o então ministro Roberto Freire, presidente nacional do PPS, pediu demissão após a divulgação da delação dos donos e executivos do grupo J&F. Com base na delação de Joesley Batista, um dos dos donos, a Procuradoria Geral da República denunciou o presidente Michel Temer.

Sem Freire, a pasta foi comandada interinamente por João Batista de Andrade até o mês passado. O primeiro titular da pasta foi Marcelo Calero, que deixou o cargo em novembro, alegando ter sido pressionado pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima a liberar um empreendimento imobiliário na Bahia.

 

 

Fonte: Veja

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: