Regras da votação: “sim” e Temer fica; “não” e Temer está fora

 

tem2

Rodrigo Maia diz que a convocação dos deputados será nominal e que eles serão chamados em ordem alfabética, por estado, do norte para o sul e vice-versa, de forma alternada. Os primeiros a votar serão os parlamentares de Roraima os últimos serão os de Alagoas. Quem disser “sim” aprovará o parecer da CCJ, que é contra o prosseguimento da denúncia contra Temer. Quem disser “não” estará votando pela rejeição. Também pode haver abstenções. Há 386 deputados presentes.

PMDB diz que vai votar pelo “Sim”

O deputado Baleia Rossi (PMDB-SP) disse que “no dia 1º de janeiro de 2019 o presidente em exercício vai mostrar sua inocência, porque não há provas contra ele”. “Para a retomada do crescimento não é bom neste momento afastar o nosso presidente e dar um caos na nossa economia e na estabilidade política”. O PMDB diz sim ao relatório.

PT diz que vai votar pelo “Não”

O PT decidiu por maioria absoluta do diretório e da bancada, por unanimidade, fazer indicação de “não ao relatório e não a Temer’

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: