Juiz que se apropriou de Porsche de Eike é condenado

Flavio Roberto de Souza foi sentenciado a sete anos de prisão e à perda do cargo.

O juiz Marcelo Brêtas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, condenou o juiz federal aposentado Flavio Roberto de Souza a sete anos de reclusão e mais um de detenção por peculato e fraude processual.
Além disso, determinou também a perda do cargo de juiz federal, da aposentadoria, além de um pagamento de R$ 25 mil como reparação de danos.
Quando juiz de uma ação penal envolvendo Eike Batista, Souza havia determinado a guarda de um piano e de dois carros, entre eles um Porsche Cayenne, que foram apreendidos do empresário, em seu próprio condomínio. Em fevereiro de 2015, o juiz aposentado foi flagrado na condução do Porsche apreendido.

Participe da discussão

1 comentário

  1. Já fui processado por um Juiz que se sentiu ofendido pelos meus comentários em artigo jornalístico. São anos de experiência colocadas em juízo, e o processo acabou arquivado. Nós todos precisamos entender que NINGUÉM ESTÁ ACIMA DA LEI, Ou a procuramos cumpri-la, ou o Estado, o Judiciário, a Imprensa, ou a pressão da sociedade exigirá que a se cumpra.

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: