Juiz Moro critica distritão e afirma: “Essa reforma política não é uma verdadeira reforma política”

mor

 

O juiz Sergio Moro, que conduz os processos da Operação Lava Jato na primeira instância em Curitiba, afirmou nesta terça-feira que este “não é um momento de vacilações” e que se preocupa com retrocessos que podem vir da falta de vontade política dos poderes Executivo e Legislativo em enfrentar a corrupção.

 

O magistrado também fez críticas às propostas de reforma política em discussão no Congresso, como a criação do fundo bilionário para financiar campanhas com verba pública e a implementação do sistema conhecido como “distritão“. “Com todo respeito ao Parlamento, essa reforma política não é uma verdadeira reforma política. Tem que ser pensada de maneira diferente para se enfrentar esse problema.”

O juiz ainda afirmou que foi acertada a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de vetar as doações empresariais, mas ponderou que a proibição poderia ser flexibilizada, como por exemplo barrar a contribuição de empresas que contratam com o poder público e impor limites de até 100.000 reais aos repasses.

Apesar de tratar de temas que são muito mais da seara política do que jurídica, Moro afirmou que não tem perfil para exercer cargo eletivo e que, apesar de considerar a política “uma das profissões mais belas”, foi enfático ao dizer que irá reiterar “quantas vezes forem necessárias” que não será candidato à Presidência da República. Dada a sua popularidade em função da Lava Jato, o juiz tem sido colocado constantemente em pesquisas eleitorais.

Participe da discussão

2 comentários

  1. Há mais de 13 ANOS divulgo um trabalho a que denominei REVOLUÇÃO com qual venho tentando levar nossa sociedade à reflexão sobre a decantada REFORMA POLÍTICA. Está inserida no site “e-democracia” do Senado Federal, e do LINKEDIN. Publicada no jornal jornal O LIBERAL, e discorrida em entrevista na TV TODODIA. Não dá mais para manter os MESMOS na administração dos interesses coletivos.

  2. Entendido. Ele então, deveria ter dito que ela merece ser estuprada. Só assim, a sentença teria sido favorável…. Hahahaha

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: