Dilma quer Alckmin enfrentando PT em 2018. Bolsonaro e Doria, nem pensar, avisa

Screenshot_2017-09-02-09-48-02.jpg

Um ano depois de ser afastada definitivamente da Presidência, Dilma Rousseff continua a chamar o processo de “golpe” e declarou que seu governo “perdeu a batalha do convencimento” quando buscava “saídas para a crise econômica”.

Ao analisar a disputa de 2018, Dilma, 69, disse que prefere ver o PT enfrentar o tucano Geraldo Alckmin a Jair Bolsonaro ou João Doria.

“Eu preferia o Alckmin ao Doria e ao Bolsonaro. Acho que o país preferia um candidato do perfil do Alckmin.

Ao Bolsonaro, não tenho dúvida. Em relação ao Doria, que as pessoas façam seu raciocínio e pensem bem. Não vejo consistência na candidatura dele. O Alckmin, de uma forma ou outra, é PSDB. Acho que eles ainda têm um pequeno compromisso com o país.”

Ela também declarou que quer assistir ao filme “Polícia Federal – A Lei é Para Todos”, baseado na Lava Jato. Disse que é uma “comédia é imperdível”.

 

Participe da discussão

2 comentários

  1. Essa personagem de piada de humor negro ainda existe e ainda zurra, orneia, orneja, urneja, rebusna, relincha e zorna!
    Existe um personagem infantil que chama “burro falante”, nem para “burra falante” essa jumenta serve!

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: