Palocci: pacote da Odebrecht para Lula envolvia sítio, prédio, palestras e 300 milhões

palocci-e-lula

Antonio Palocci ao advogado de Lula, Cristiano Zanin:

“O Emílio (Odebrecht) o abordou (Lula), no final de 2010, não foi para oferecer alguma coisa, foi para fazer um pacto, que chamei de pacto de sangue — que envolvia um presente pessoal, que era um sítio, que envolvia o prédio de um museu, pago pela empresa, que envolvia palestras de 200 mil reais, fora impostos, combinadas com a Odebrecht, envolvia uma reserva de 300 milhões de reais.

Participe da discussão

1 comentário

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: