Mostra sobre pedofilia e zoofilia do Santander foi custeada pela Lei Rouanet

Screenshot_2017-09-11-08-49-03

A exposição “Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira”, realizada desde 15 de agosto no Santander Cultural, em Porto Alegre, foi cancelada após protestos em redes sociais. O projeto foi custeado pela renúncia fiscal por meio da Lei RouanetA Rainmaker Consultoria de Imagem, Projetos e Produções foi autorizada a captar até R$ 850.560,00.

A mostra, com curadoria de Gaudêncio Fidelis, ficaria em cartaz até 8 de outubro, mas o espaço cultural cedeu às pressões de internautas.

A seleção contava com 270 obras que tratavam de questões de gênero e diferença. Os trabalhos, em diferentes formatos, abordam a temática sexual de formas distintas, por vezes abstratas, noutras mais explícitas.

Os protestos acusam a exposição de blasfêmia a símbolos religiosos e de, em alguns casos, pedofilia e zoofilia. Algumas obras mostravam pessoas tendo relações com animais,  imagens de crianças com os dizeres: “Criança Viada”, além de imagens religiosas cristãs em situações mundanas.

Em nota, o centro cultural diz: “Ouvimos as manifestações e entendemos que algumas das obras da exposição ‘Queermuseu’ desrespeitavam símbolos, crenças e pessoas, o que não está em linha com a nossa visão de mundo”.

Participe da discussão

6 comentários

  1. SEJA ONDE FOR NO TERRITÓRIO NACIONAL , ESSE TIPO DE DIVULGAÇÃO DE MATÉRIA DESTRUTIVA E COM CUNHO IMORAL, DIANTE DA INOCÊNCIA DAS CRIANÇAS UM CLARO E INEQUIVOCADO ATO DE PEDOFILIA E ESTUPRO DA INFANTILIDADE.SE AINDA TIVERMOS AUTORIDADES LIGADAS A ESTES HORRENDOS ASSUNTOS
    QUE ENVOLVE AS INDEFESAS CRIATURAS//É DIFÍCIL ENTENDER COMO O SANTANDER SE DISPÕE A SER UM INSTRUMENTO DIVULGADOR DA MATERIAL TÃO NOCIVO E MALDOSO COMO ESSE. É PRECISO REVER ESSA LEI ROUNET?!…..

  2. Além de, obviamente, boicotarmos este “banco”, encerrando nossas contas, deveríamos saber qual é a relação de empresas que destinaram seus recursos através da renúncia fiscal para viabilizar esta mixórdia de esgoto; para também as boicotarmos.

  3. Além das respostas anteriores, penso que o idiota do produtor GAUDENCIO FIDELIS e o SANTANDER TÊM QUE DEVOLVER INTEGRALMENTE A IMPORTANCIA RECEBIDA PARA ESSA A CONSECUÇÃO DESSE ESGOTO, POIS QUE NÃO PODE SER CHAMADA E NEM INTERPRETADA COMO OBRA. É UM LIXO. OUTRO FATO, ESSE SUJEITO TEM QUE SER DESPEJADO DA CURADORIA SEJA LA DO QUE FOR. INCOMPETENTE, INSENSÍVEL, PARADO NO SUBMUNDO DELE.

  4. Agora o banco vem se pronunciar que é contrário. Vocês não têm um departamento de filtro, controle de qualidade??? É a lata do Juca que tudo pode ser colocado dentro??? Nosso país está passando por dificuldades sim, mas não é por isso que podem vir de fora e querer jogar uma pá de cal. Esqueceram que o nosso povo é coeso quando atacado, não mediram às consequências para si próprios. 👀

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: