Defesa de Lula diz que estratégia é ignorar depoimento de Palocci

zan

Um dia antes do novo depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sergio Moro, o advogado do petista, Cristiano Zanin Martins, declarou que o interrogatório do ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci não terá influência sobre a estratégia da defesa no processo. Ao falar sobre a ação, alegou que o terreno atribuído pela força-tarefa da Lava-Jato ao Instituto Lula nunca foi utilizado pela organização.

— Me parece que essa versão isolada do ex-ministro Palocci não tem qualquer repercussão para o desfecho da ação e, como eu já disse, não merece credibilidade — disse o advogado na manhã desta terça-feira, após participar do interrogatório de testemunhas de defesa do petista em outro processo, da Operação Zelotes, no prédio da Justiça Federal em São Paulo.

Em depoimento concedido a Moro na última quarta-feira, Palocci afirmou que o PT tinha um “pacto de sangue” com a Odebrecht. A empreiteira, segundo o relato do ex-ministro, teria oferecido vantagens pessoais a Lula em troca de benefícios com o governo federal. O acordo incluiria o terreno do Instituto Lula investigado na ação em que o petista é réu, além do sítio de Atibaia e de R$ 300 milhões para o PT usar em suas campanhas.

 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: