Delatada na Odebrecht, Marta Suplicy consegue escapar de ser investigada no STF

 

mts

A senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) conseguiu escapar de ser investigada no Supremo Tribunal Federal. Ela foi delata pelos executivos da Odebrecht. Os colaboradores disseram que repassaram à senadora, por meio de caixa dois, R$ 500 mil em 2008. Naquele ano ela disputou a prefeitura de São Paulo. Por ter mais de 70 anos (Marta tem 72), o tempo de prescrição do crime cai pela metade, o que resultou no arquivamento da apuração.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: