Assista o depoimento de Lula

lua

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro nesta quarta-feira (13) em Curitiba, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou as acusações do Ministério Público Federal de que recebeu propina da Odebrecht e disse que a força-tarefa da Lava Jato quer transformá-lo no “Power Point” deles.

“Eles [a força-tarefa da Lava Jato] inventaram que o tríplex era meu porque ‘O Globo’ disse e não é, o senhor sabe disso. Agora, inventaram que o apartamento é meu, e não é, e eles sabem disso. Como inventaram a história do sítio, que é meu, e não é. Ou seja, três denúncias do Ministério Público por ilação, porque eles têm a ideia de transformar o Lula no Power Point deles”, afirmou.

O interrogatório do ex-presidente na Operação Lava Jato terminou depois de 2 horas e 10 minutos, na sede da Justiça Federal, em Curitiba, por volta das 16h20. Outro réu, o ex-assessor do ex-ministro Antonio Palocci, Branislav Kontic, foi interrogado logo depois de Lula.

Logo no início do interrogatório com o juiz federal Sérgio Moro, Lula afirmou que queria falar. Na condição de réu, ele poderia optar por ficar em silêncio. “Apesar de entender que o processo é ilegítimo e injusto, eu pretendo falar. Talvez eu seja a pessoa que mais queira a verdade neste processo”, afirmou o ex-presidente.

 

Participe da discussão

2 comentários

  1. Nada é dele. Nem a moral, a honestidade, a hombridade, a nobreza, a sinceridade, a dignidade, a isenção. Nada disto é dele. Ele não tem nada disto.

  2. PENSO QUE O PODER PÚBLICO PODIA DECIDIR NO SEGUINTE:
    JÁ QUE NADA É DESSE VAGABUNDO ENTÃO QUE SE FAÇA UM LEILÃO, COM EDITAL PARA SABER QUAIS AS PESSOAS QUE DELE PARTICIPARÃO, E REVERTA O DINHEIRO PARA O ESTADO.

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: