Em audiência em SP, Joesley admite compra e venda de ações e dólares antes do escândalo da JBS

Posted by

Screenshot_2017-09-10-16-16-29

O empresário Joesley Batista – um dos donos do grupo J&F,  transferido de Brasília hoje em um avião da Polícia Federal (PF) participou, às 15h, de audiência de custódia na 6ª Vara da Justiça Federal, na região central da capital paulista, na investigação sobre uso de informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro. A audiência terminou às 17h30.

Ele confirmou e admitiu que os negócios de compra e venda de ações e dólares foram realizados.

No 18 de maio deste ano, dia seguinte a revelações da gravação feita por Joesley de uma conversa com o presidente do país, Michel Temer, o dólar disparou e a Bolsa despencou, a ponto de o pregão precisar ser momentaneamente interrompido por conta da volatilidade que atingiu níveis preocupantes.

Mas um dia antes  da delação, a JBS teria comprado grandes quantidades de dólares. A compra, portanto, foi feita antes do escândalo que a própria JBS provocou. Com isso, a empresa teve lucro extraordinário enquanto o resto do mercado sucumbiu.

A procuradora do Ministério Público, Thaméa Danelon, que participou da audiência, foi brilhante, agiu com muito pulso firme.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta