Mãe de Geddel diz à justiça que não tem nada a ver com as negociatas do filho. Juiz responde

Posted by

mgg

O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), negou um pedido feito pela mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima, Marluce Quadros Vieira Lima. A matriarca da família pedia a devolução do que foi encontrado no apartamento dela e a nulidade da busca e apreensão, sob o argumento de que não tem relação com as negociatas do filho.

“Se o inculpado era capaz de armazenar 51 milhões em apartamento de um não parente, desprovido de qualquer segurança, sem declaração ao imposto de renda, sem a mínima comprovação de origem, como não inferir a possibilidade de utilizar-se do apartamento da mãe para guardar dinheiro não declarado ou documentos relevantes para a investigação?”, escreveu o desembargador na decisão.

Advertisements
Anúncios

3 comments

  1. É um absurdo o bandido ter direito à prisão domiciliar, pior ainda sem a tornozeleleira! Deveriam no mínimo fazer a família dele comprar a tornozeleira, a polícia conferir ver se funciona devidamente e aí sim, soltar o meliante.

Deixe uma resposta