Bretas proíbe Sérgio Cabral de ocupar cargo público até os 80 anos

Posted by

Screenshot_2017-09-23-17-33-36

Se quiser voltar à vida pública, assumir um cargo de diretor ou membro de conselho de administração, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) vai precisar esperar até pelo menos os 80 anos de idade. O juiz federal Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal do Rio, impôs 45 anos e 2 meses de condenação ao peemedebista.

Deste total, a pena se divide em 24 anos pelo crime de corrupção passiva, 13 anos por lavagem de dinheiro e 8 anos e 2 meses por organização criminosa.

Como Sérgio Cabral foi condenado a 13 anos por lavagem de dinheiro, o dobro do tempo fora da função pública alcança os 26 anos. Ele está com 54 anos de idade, ou seja, até os 80 – se até lá voltar às ruas – não poderá buscar cargo eletivo ou nenhuma função na administração.

“Para os réus condenados pela prática do crime de lavagem de capitais, como efeito secundário da condenação, decreto a interdição do exercício de cargo ou função pública de qualquer natureza e de diretor, de membro de conselho de administração ou de gerência das pessoas jurídicas referidas no artigo 9º da Lei 9.613/98, pelo dobro do tempo da pena privativa de liberdade aplicada, consoante determina o artigo 7º, II da mesma lei”, ordenou Bretas.

Advertisements
Anúncios

2 comments

  1. Isso é o mínimo que um criminoso desses merece receber, o carioca precisa dessa reparação, porque foi levado ao fundo do poço por essa agenda criminosa que tomou conta da política e das Instituições.
    Parabéns Juiz Bretas e Juiz Moro!

  2. O QUE O SR. DR. SÉRGIO MORO ACHA DESSAS DECISÕES DO DR. JUIZ BRETTAS ??? A LIDERANÇA DO PT, TEM MENOS PROBLEMA DO QUE ESSE GOVERNADOR??. COMO TODAS AS COISAS TEM RESPOSTA A SEU TEMPO VAMOS AGUARDAR!….

Deixe uma resposta