Advogados de Lula fabricaram recibos, diz autor das assinaturas

re

A defesa do empresário Glaucos da Costamarques avalia ajuizar hoje uma petição na 13ª Vara da justiça Federal de Curitiba, onde despacha o juiz Sergio Moro, informando que os recibos de aluguel apresentados, e parte dos comprovantes, foram assinados um seguido do outro. Os advogados pretendem, com isso, provar que os documentos foram confeccionados pela defesa de Lula. Os recibos foram levados para Costamarques assinar enquanto ele estava internado no hospital Sírio-Libanês, entre os dias 22 e 28 de novembro de 2015.

Costamarques diz também que foi só a partir desta data que passou a receber os valores referentes ao aluguel, apesar de ter firmado o contrato com a ex-primeira-dama Marisa Letícia em 2011.  O empresário conta ainda que recebeu pagamentos apenas após a prisão do seu primo e pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula.

Aluguel

O aluguel em questão refere-se à cobertura vizinha ao apartamento onde mora Lula, em São Bernardo do Campo (SP). Nos dois mandatos do petista, a Presidência da República alugou o imóvel para garantir a segurança do então presidente. Quando ele deixou o cargo, em 2011, continuou a ocupar o imóvel. A Lava-Jato revelou que, no fim de 2010, o apartamento foi comprado por Costamarques. Para a Lava-Jato, o empresário é intermediário de uma negociação ilícita.

O apartamento teria sido comprado pela Odebrecht e entregue ao ex-presidente Lula como forma de pagar propina pelos benefícios obtidos pela empreiteira no governo federal.

 

Participe da discussão

1 comentário

  1. Quanto mais mexer no baú do Lularápio mais lama irá vazar e mais laranjas irão surgir.
    Ele é um criminoso contumaz!

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: