Última semana para Congresso aprovar reforma política, incluindo fundo bilionário

Screenshot_2017-09-14-01-06-01

O prazo está cada vez mais apertado para aprovar mudanças para as eleições do ano que vem. O Congresso Nacional fará nesta semana a última tentativa de votar as propostas da reforma política.

As eleições de 2018 estão marcadas para 7 de outubro e, com isso, deputados e senadores correm contra o tempo para aprovar as mudanças. O prazo para os projetos serem analisados pela Câmara e pelo Senado termina nesta sexta (6).

Para esta semana, é esperada, no Senado, a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que cria a cláusula de barreira para 2018 e põe fim às coligações, a partir de 2020.

Na Câmara, será discutida a criação de um fundo para financiar as campanhas eleitorais. O texto, porém, ainda será negociado com os senadores.

As discussões sobre a reforma política começaram há alguns meses, mas as mudanças no sistema eleitoral sofrem resistências por parte de parlamentares e, com isso, as votações têm se arrastado por semanas.

Não há consenso, por exemplo, sobre a origem dos recursos para o novo fundo que financiará as campanhas, assim como não há acordo entre os partidos sobre como o dinheiro será distribuído entre as legendas.

Participe da discussão

1 comentário

  1. OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS DE TODAS AS FAIXAS ETÁRIAS, PRECISAM SAIR DO COMODISMO, DA FALTA DE CORAGEM, E OPINAR, AFINAL É SEU VOTO QUE COLOCOU ESSES POLÍTICOS LÁ EM BRASÍLIA. ENTÃO É NESSE MOMENTO QUE DEVEMOS EMITIR NOSSA OPINIÃO. E QUE SEJAMOS CONTRA ESSA APROVAÇÃO DE VERBAS PÚBLICAS PARA SUAS CAMPANHAS. SERÃO ELES QUE IRÃO GANHAR ALTOS SALÁRIOS, PROVENTOS E BENESSES JÁ REGIMENTADOS NOS ANAIS DA CÂMARA E DO SENADO. É O MOMENTO AGORA DELES SEM DÚVIDAS PROCURAR SOLUCIONAR SUAS CUSTAS DE CAMPANHAS POR SI MESMOS. OS QUE FORAM MAIS COMPETENTES E MARCARAM SUAS LEGISLATURAS COM BOA REPRESENTAÇÃO, PROJETOS E RESULTADOS, JÁ TEM ASSEGURADO SUAS RECANDIDATURAS. E OS DEMAIS QUE PROCUREM SE VALER DOS SEUS MAIS DIVERSOS RECURSOS SE QUISEREM CONCORRER. A POPULAÇÃO NÃO PODE BANCAR ESSE JOGO, AFINAL ATÉ AGORA A MAIORIA DOS DEPUTADOS E SENADORES, TEM SE PREOCUPADO MAIS CONSIGO MESMOS, DO QUE COM O INTERESSA DOS SEUS ELEITORES E DA POPULAÇÃO BRASILEIRA. NÃO FOSSE ASSIM JAMAIS TERÍAMOS A CORRUPÇÃO TÃO ALASTRADA E ENRAIZADA PELAS INSTITUIÇÕES NACIONAIS./ QUE O POVO BRASILEIRO ACORDE, E OS POLÍTICOS ENTENDAM QUE POLÍTICA NÃO É PROFISSÃO, É UM COMPROMISSO DE CIDADANIA E REPRESENTATIVIDADE DA SOCIEDADE DE SUAS ORIGENS DE CONVÍVIO, E PELO BRASIL!.

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: