Polícia descobre 33 ligações de WhatsApp para Gilmar Mendes no celular de Aécio

Relatório da Polícia Federal obtido com exclusividade pelo site Buzzfeed aponta  que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), se falaram por telefone dezenas de vezes entre março e maio deste ano, período em que o tucano passou a ser investigado pela suspeita de receber R$ 2 milhões em propina da JBS e alvo de uma operação da própria PF.

Foram 33 ligações e tentativas de ligações entre 16 de março e 13 de maio pelo WhatsApp, aplicativo que é imune aos grampos da PF, segundo a reportagem. Um desses telefonemas ocorreu exatamente no dia que Gilmar deu uma decisão favorável ao tucano. Por ordem do ministro, Aécio não precisou prestar depoimento à PF no dia seguinte.

O relatório foi anexado a um dos processos que tramitam no STF sem sigilo e que tem como parte Aécio, sob a relatoria do ministro Edson Fachin. Gilmar é relator de quatro dos sete inquéritos que investigam o senador no Supremo.

A PF descobriu essas ligações a partir da análise dos celulares apreendidos com Aécio na Operação Patmos, realizada no dia 18 de maio. Como também não houve gravação na memória interna do celular do senador, não foi possível saber o conteúdo das conversas.

No dia da decisão favorável proferido por Gilmar, os registros do celular do senador apontam cinco tentativas de ligação e uma conversa de 24 segundos. Em nota ao Buzzfeed, o advogado de Aécio, Alberto Zacharias Toron, disse que o senador mantém relações formais e que as conversas foram sobre reforma política.

Aécio voltou ao Senado na quarta-feira (18), após 21 dias afastado por decisão da Primeira Turma do STF – colegiado ao qual Gilmar não pertence –, que lhe impôs o afastamento do mandato e o recolhimento noturno em casa. No dia anterior, o plenário do Senado decidiu derrubar a decisão da Justiça, por 44 votos a 26, e restabelecer as funções legislativas do mineiro.

Gravado por Joesley Batista, da JBS, pedindo R$ 2 milhões, o senador foi denunciado ao STF no inquérito da Patmos sob acusação de obstrução de Justiça e corrupção passiva.

Anúncios

2 comentários

  1. sinto muito, mais ja estou começando a sentir vergonha de ser brasileiro, ate onde vai esta palhaçada. que entrem os militares e expulsem esses ladroes do governo. ficariam ate as eleiçoes de 2018.

    Curtir

  2. Que Deus tenha misericórdia dessa nação!!! Que os militares entrem em ação e tome o poder dessa corja de ladrões. Só assim para que haja uma reforma politica justa.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s