Sergio Moro prende mais um na Lava Jato e dá aula no STF

O juiz Sérgio Moro condenou nesta 6ª feira (20), a 13 anos e 8 meses de prisão, Jorge Luz, apontado como operador de propinas do PMDB. A sentença aponta crimes de lavagem de dinheiro e corrupção na Lava Jato.

Moro também condenou Bruno Luz, filho do operador, a seis anos e 8 meses pelos crime de lavagem de dinheiro.

O (Ministério Público Federal) aponta em denúncia que pai e filho representaram interesses de políticos e funcionários públicos dentro da Petrobras. Ele são acusados de operar pagamento de US$ 15 milhões a políticos do PMDB e a funcionários da estatal de 2006 a 2008 na contratação da Samsung Heavy Industries para construir 2 navios-sondas para a Petrobras.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: