Atirador do Texas esteve na Força Aérea e levado foi a tribunal marcial

 

skk

O atirador que matou 26 pessoas neste domingo (5) em uma igreja da pequena cidade de Sutherland Springs, no sudeste do Texas, nos Estados Unidos, foi identificado como Devin Patrick Kelley, e tem 26 anos, de acordo com a polícia local.

Segundo a CBS News, ele cumpriu serviço militar na Força Aérea durante 2010 e 2014. Em 2012 foi submetido ao tribunal marcial e condenado a um ano de detenção na prisão militar por agressão à mulher e aos filhos, de acordo com o  The Washington Post.

Em outubro de 2012, a mulher, Tessa K. Kelly, pediu o divórcio.

Em agosto deste ano, ele foi acusado de crueldade contra animais, em El Paso County, no Colorado, onde vivia, mas o caso foi arquivado.

Segundo o Business Insider, os crimes em que esteve envolvido deveriam tê-lo impedido de comprar armas, de acordo com a lei norte-americana. O presidente dos EUA, Donald Trump já comentou, contudo, que o tiroteio não está relacionado com o acesso livre a armas, mas sim com os problemas mentais do autor.

Atualmente, ele estava novamente casado e tinha um filho de dois anos. A família vivia num anexo da propriedade dos pais em New Braunfels, subúrbio rural de San Antonio, a 56 quilômetros da localidade onde se situava a igreja que decidiu atacar, por motivos que ainda não estão apurados.

No tiroteio, utilizou uma espingarda semi-automática AR-25, segundo as autoridades. Estava vestido com um uniforme militar preto e envergava colete à prova de bala.

O governador do Texas, Greg Abbott, afirmou domingo à noite que este é “o maior tiroteio em massa na história deste estado”, confirmando a morte de 26 pessoas: 23 dentro da igreja, duas no exterior e outra que viria a morrer mais tarde.

Antes, o comissário da polícia Albert Gamez Jr dissera que pelo menos 27 pessoas tinham morrido, contando com o próprio atacante.

No mesmo briefing à imprensa, a polícia afirmou que é ainda cedo para informar sobre o motivo do ataque.

O porta-voz do Departamento de Segurança Pública do Texas, Freeman Martin, explicou como o atirador foi eliminado: um civil que estava na igreja, armado, disparou contra o atirador, fazendo-o fugir. Kelley foi encontrado morto no carro com um ferimento de bala.

A filha do pastor desta congregação, Annabelle, de 14 anos, está entre as vitimas mortais, disse o pai, Frank Pomery, à ABC News. O pastor não se encontrava na igreja por estar em viagem em Oklahoma.

Segundo o Yhe New York Times, há crianças entre os mortos, bem como uma mulher grávida.  Entre os feridos encontra-se um menino de 6 anos que foi baleado quatro vezes, segundo a CBS News.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: