Juiz Marcelo Bretas solicita continuação da Lava Jato ao TRF 2

Bret

 

O Tribunal Regional da 2ª Região (TRF2) atendeu a um pedido do juiz Marcelo Bretas e prorrogou por mais seis meses o trabalho da força-tarefa da Operação Lava Jato do Rio. A medida foi autorizada pelo presidente da Corte, o desembargador André Fontes. Bretas é da 7ª Vara Federal Criminal e cuida dos processos da Lava Jato no Rio.

Atualmente, o trabalho no Rio conta com a atuação de nove procuradores do Ministério Público Federal do Rio. A força-tarefa já trabalhou em 16 processos contra o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB). Ele foi identificado como chefe de suposta organização criminosa que teria desviado dos cofres do Estado.

Cabral já foi condenado a mais de 72 anos de prisão como resultado das investigações, por crimes como corrupção passiva, lavagem de dinheiro e pertencimento a organização criminosa. O ex-governador, está preso preventivamente desde 17 de novembro de 2016.

 

live

 

 

Participe da discussão

5 comentários

  1. A Lava Jato não pode parar… há muito corrupto ladrão de cofre público, travestido de político e governante, ainda “livre e solto”!

    1. Tem mesmo que isolar em presídio federal CRIMINOSOS CHEFE DE ORGANIZAÇÃO conforme depoimento de Márcio VP e MUITAS provas da interminável “ficha” do CANALHA SÉRGIO CABRAL.

  2. Poucas vezes tivemos homens como este.Alias nunca vivemos uma tragédia como essa.Precisamos reconhecer e dar força para que o Dr.Marcel Bretas continue com seu brilhantismo e competência a limpar o nosso BRASIL.A tarefa é dificil,por isso temos um BRETAS para cuidar.
    Força menino de DEUS! Você tem missão! Ardua sim,mas só para competentes.

  3. Cabral deveria estar em prisão no Presídio de segurança máxima sem contato com ninguém aproveitar tudo que fez . Aproveitar muoto bem .porque o que ele fez é muito grave

  4. Achei ótimo, agora,…….l. cumprir a pena na prisão e não em regime domiciliar Nem ele nem ela, os dois para a cadeia.

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: