Waack pode ir para prisão por racismo, diz presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB

Screenshot_2017-11-11-16-33-18

O jornalista Willian Waack pode ter que enfrentar um processo na Justiça, segundo a
advogada Emiko Liz Ferreira, presidente da Comissão de Igualdade Racial da seção de Santa Catarina da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SC). Racismo é crime e, a depender da interpretação do juiz, pode dar até quatro anos de prisão.

“O movimento negro hoje é bastante forte e organizado, poderia entrar com uma denúncia, junto ao Ministério Público, de dano moral baseado na questão racial”, diz Emiko.

O fato de Waack não se dirigir a uma pessoa específica, e sim ter dito uma frase genérica (“Coisa de preto”), poderia elevar a punição, segundo Emiko. “Ele não se dirigiu a ninguém. É mais grave. O crime de injúria racial é aquele dirigido a alguém, tem menor poder ofensivo e prevê penas alternativas: cesta básica, multa em geral de um salário mínimo, paga ao Conselho Penitenciário. Isso acaba não compensando a vítima de forma nenhuma”, diz Emiko.

“Já o crime de racismo é aquele que é voltado a todos de uma raça. Com base no Estatuto da Igualdade Racial, a pena é de prisão, em média de quatro anos”, continua a advogada. “Se o Ministério Público o denunciar, o William Waack pode ser julgado por uma vara criminal e ir para a prisão.”

Fonte: Veja

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta

  1. Não acho que destruir a carreira de uma pessoa por uma fala de momento seja o caminho. Pensar pode mas falar não.

  2. Conversa fiada com intenção de gerar um clima de ameaça. Racismo em si não é crime e sim o ato discriminatório. Uma opinião falada ao pé do ouvido não é crime! Não foi um ato de discriminação aberta e portanto não é passível de punição. Além do quê não foi em solo brasileiro. Essa gente adora fazer terrorismo!

  3. OAB clube do bolinha gosta de holofotes mídia mas envergonha a classe que representa, quem deve ir pra casei não vai.todos pronuncia a palavra Preto.

  4. O que acho é que um preto pode falar o que quiser de uma pessoa que seja de qualquer cor e nada acontece mas o contrário não há perdão, vamos destruí lo.