Huck tem conversa “promissora” com Roberto Freire, de ideologia comunista

Posted by

lh
O apresentador de TV Luciano Huck participou nas últimas semanas de três reuniões com líderes do PPS (antigo Partido Comunista Brasileiro), incluindo o presidente do partido Roberto Freire, para discutir cenários eleitorais e a entrada no partido de membros do movimento Agora! , do qual é participante. Os encontros trataram de eventual candidatura do próprio Huck. Pessoas que participaram das reuniões classificaram as conversas como “iniciais e promissoras”

Embora o PPS pretenda divulgar sua posição em relação à sucessão do presidente Michel Temer apenas em março, durante sua convenção nacional, líderes do partido confiam na filiação do apresentador até o fim do ano.

Huck se reuniu nesta quinta-feira, 9, no Rio, na casa do economista Armínio Fraga, com Freire. Outras reuniões com Freire ocorreram em São Paulo e Brasília.

A assessoria de imprensa do apresentador divulgou nota na qual admite as conversas políticas. “Como já foi dito, neste momento Huck não é candidato. Porém, ele está fortemente ligado aos movimentos cívicos do Agora! e Renova. É natural estar conversando com todas as esferas políticas, inclusive com membros de partidos como o PPS. Uma posição pluripartidária. Ele tem muito respeito pelo Freire”.

“O que existe de concreto é que membros do Agora! serão candidatos a deputado federal. Por outro lado, não tem nada definido sobre uma candidatura de Luciano Huck. Tampouco sei se ele realmente será candidato”, disse.

Estadão Conteúdo

Advertisements
Anúncios

4 comments

  1. Fora Huck!!!!
    Roberto Freire já era.
    Ninguém quer saber de Comunismo!
    Nosso DNA é democracia !!!!!

  2. HUCK, ESTA’ BANCANDO UM IDIOTA !!! FOI UM SER TAO RESPEITADO !!! AGORA ESTA’ SE ATIRANDO EM UM POCO DE MERDA , QUE NUNCA MAIS SAIRA’ !! O FIM E’ CADEIA !!! NAO FALA QUE NAO FOI AVISADO !!OK????

  3. Estamos fazendo de tudo para nos livrarmos dos comunistas (PT) e agora vem outro com o mesma ideologia.O que pretende?

Deixe uma resposta