Lava Jato captura cúpula da Assembleia Legislativa do RJ

Posted by

Screenshot_2017-11-14-08-34-59

Em mais um desdobramento da Operação Lava Jato, a Polícia Federal cumpre, nesta terça-feira (14/11), mandados de prisão, busca, apreensão e condução coercitiva no Rio de Janeiro. Os alvos são o empresário Jacob Barata Filho, Lélis Teixeira, ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), e o deputado estadual Paulo Mello (PMDB).

Também estão na mira dos agentes, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani, e o filho dele, Felipe Picciani.

A operação foi batizada de Cadeia Velha e é uma continuação das ações da Ponto Final, que investiga desvios de verba no transporte público do estado.

Em julho, Jacob Barata, Lélis Teixeira e mais de 11 pessoas envolvidas no esquema de corrupção foram presas pela PF. Logo depois, foram soltos por determinação judicial. De acordo com as investigações, foram rastreados R$ 260 milhões em propina pagos pelos investigados a políticos do Rio de Janeiro

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta