Relator no TRF4 conclui voto sobre condenação de Lula

Publicado por

Relator responsável pela Operação Lava Jato na 8.ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4), em Porto Alegre, o desembargador João Pedro Gebran Neto concluiu seu voto em relação ao recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – o petista foi condenado pelo juiz Sergio Moro no dia 12 de julho a nove anos e seis meses de prisão em regime fechado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no processo do apartamento tríplex do Guarujá (SP). As informações são do jornal Zero Hora.

O voto de Gebran Neto foi fechado exatamente 100 dias após a apelação chegar ao seu gabinete, na tarde de sexta-feira (1.º). De acordo com a reportagem do Zero Hora, apenas três apelações da operação ficaram menos tempo com o relator para preparação do voto.

O texto com a conclusão de Gebran Neto já está nas mãos de outro desembargador, Leandro Paulsen, revisor da 8.ª Turma. Pelos trâmites internos, Paulsen irá vistoriar o voto do relator, preparar seu próprio voto e encaminhar ambos para o terceiro membro do colegiado, Victor Luis dos Santos Laus. Somente depois disso será marcada a data do julgamento da apelação.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios

2 comentários

  1. Esse assunto tão prolongado precisa ter um fim para que outros possam caminhar.
    A impunidade no Brasil chegou a um ponto intolerável.
    Lula finalmente punido e na cadeia, juntamente com José Dirceu, Aécio e uma infinidade de políticos criminosos, traria novas esperanças de que todos são iguais perante a Lei.
    Essa coisa de criminosos se albergando no manto protetor do STF precisa acabar, senão o que terá que acabar é o STF!