Fachin determina prisão imediata de Maluf

maluf

 

O  ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta terça-feira (19) que o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) seja preso imediatamente. Fachin ordenou a execução da pena imposta ao deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), condenado pela Primeira Turma do Supremo a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão. Inicialmente, a pena terá de ser cumprida em regime fechado. Maluf irá perder o mandato de deputado

O Supremo condenou Maluf, de 86 anos, pelos crimes de desvio de recursos de obras públicas e de lavagem de dinheiro, por meio de remessas ilegais ao exterior através de doleiros. O deputado foi condenado por ter participado de um esquema de cobrança de propinas na prefeitura de São Paulo, em 1997 e 1998, que teria contado com o seu envolvimento nos anos seguintes.

Fachin negou a admissibilidade dos recursos que a defesa de Maluf apresentou ao STF. Fachin argumentou que o plenário do Supremo, ao julgar uma questão de ordem no processo do mensalão, firmou o entendimento de que cabe ao relator da ação penal originária analisar individualmente a admissibilidade dos embargos infringentes opostos em face de decisões condenatórias.

“O presente caso [de Maluf] demanda solução idêntica. A manifesta inadmissibilidade dos embargos infringentes [recursos da defesa] ora opostos, na esteira da jurisprudência desta Suprema Corte, revela seu caráter meramente protelatório, razão por que não impede o imediato cumprimento da decisão condenatória”, pontuou Fachin.

“Determino, pois, o imediato início da execução do acórdão condenatório com a extração de carta de sentença, na forma da Resolução 113/2010 do CNJ. Delego competência para os atos de execução ao Juízo das Execuções Penais do Distrito Federal. (…) Caberá ao juízo delegado a comunicação a esta Corte acerca do início e do fim do cumprimento da pena. Remetam-se, com urgência, os autos da execução ao respectivo Tribunal de Justiça, para fins de distribuição. Publique-se. Intime-se. Cumpra-se imediatamente, independentemente de publicação”, determinou Fachin.

Anúncios

2 comentários

  1. TEM QUE PRENDER TUDO E A TODOS OS CORRUPTOS PARLAMENTARES LADRÕES DO DINHEIRO PUBLICO DE TODA QUALQUER FORMA, RECEBENDO SEUS ALTOS SALÁRIOS COM TODA AS REGALIAS JÁ PE UMA CORRUPÇÃO ENORME,E UM ROMBO AOS COFRES PÚBLICOS, DEVERIAS A PF CONFISCAR TODOS OS BENS DESTA TRUPE NOS TRÊS PODERES LEGISLATIVO, JUDICIÁRIO E EXECUTIVO E REVERTER EM BEM FEITORIAS PARA A POPULAÇÃO PARA O PAÍS E PAGAR TODA A SUA DIVIDA EXTERNA E AO FMI, EXPULSAR TODA ESSAS PESSOAS DE PAÍSES COMUNISTAS QUE ESTÃO INVADINDO O BRASIL E COMPRANDO TODA A RIQUEZA DO PAÍS DEIXANDO A POPULAÇÃO E O PAÍS MUITO POBRE TÃO POBRE COMO UMA ETIÓPIA, UGANDA E HAITI, SEM PROJETOS CIENTÍFICOS, SEM INDUSTRIAS, UM VERDADEIRO CAOS SUBURBANO

    Curtir

  2. Veloz essa autorização, né gente.??. E o LULA quando será?? Maluf, não representa tanta periculosidade para a nação, apesar de que sabemos tudo sobre sua conduta ladina. Mas, o STF, tenta de todo jeito, barrar a prisão do LULA. Esse cenário de desgoverno, já virou PALHAÇADA neste país…..

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s