Próximo presidente poderá indicar 4 ministros do STF

Publicado por
STF 2
O sucessor do presidente Michel Temer, que tomará posse em 1º de janeiro de 2019, poderá ter muito poder e influência no Supremo Tribunal Federal (STF). É que caberá ao próximo presidente nomear, até o fim do 1º mandato, os substitutos para dois ministros que atingem a idade-limite de 75 anos de idade. Caso seja reeleito como aconteceu com FHC, Lula e Dilma nomeará mais dois, sem contar possíveis casos de renúncia e aposentadoria antecipada, como a de Joaquim Barbosa.
  • Primeiro, o decano
    O próximo presidente fará sua primeira nomeação no STF com a aposentadoria do decano Celso de Mello, em 1º novembro de 2020.
  • Marco Aurélio em 2021
    O ministro Marco Aurélio chegará aos 75 anos em 12 de julho de 2021, e o presidente da República escolherá o seu substituto.
  • Mais dois em 2023
    Os ministros Ricardo Lewandowski e Rosa Weber chegarão aos 75 anos em maio e outubro de 2023, respectivamente.
Anúncios

3 comentários

  1. Aumentou a responsabilidade dos brasileiros na escolha de um presidente íntegro e honesto,não é fácil mas todo esforço é bem-vindo .

Deixe uma resposta