Relator aumenta pena de Lula e abre 1 a 0 no julgamento em Porto Alegre

Publicado por

O placar do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) começou em 1 a 0 pela condenação do petista. O primeiro a votar foi o desembargador João Pedro Gebran Neto, que é relator do caso na segunda instância e ele aumentou a pena de Lula para 12 anos e um mês, contra nove anos e seis meses na decisão original do juiz Sergio Moro. Gebran começou a votar por volta das 10h30, depois da primeira fase de leitura do relatório e falas da acusação e defesa. Ao todo, o voto durou mais de três horas.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios