Crime de Jucá prescreve e senador escapa de 12 anos de prisão. STF arquivou o caso

 

juca 3

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou na última sexta-feira (2) um inquérito contra o senador Romero Jucá (PMDB-RR), que tramitava na Corte há 14 anos. Por causa da demora na coleta de provas e apresentação de denúncia, o caso prescreveu, isto é, não há mais possibilidade de punição.

No inquérito, Jucá era investigado por supostos desvios de verbas federais para o município de Cantá, em Roraima. O caso foi denunciado em 2002, quando começou a ser apurado na Justiça Federal de Roraima, e, devido ao foro privilegiado a que Jucá tem direito, chegou ao Supremo em 2004.

Acusado de peculato, crime que tem como pena de dois a 12 anos de prisão. Apesar do arquivamento, no entanto, a Procuradoria Geral da República afirmou que a ação pode ser reaberta, caso surjam novas provas.

O inquérito foi instaurado com base em ofício encaminhado pela Central dos Assentados de Roraima à Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) junto com uma fita cassete. Na gravação, o então prefeito de Cantá, Paulo Peixoto, pede propina em obras realizadas por intermédio de convênio com órgãos federais.

Jucá era citado em gravações telefônicas entre o prefeito e um empreiteiro como sendo beneficiário de uma parte da propina que a empresa teria que pagar ao município para conseguir o contrato da obra.

Em 2005, o ministro Marco Aurélio já havia votado pelo arquivamento do inquérito afirmando que não estava esclarecido como a fita foi obtida e que, conforme a Constituição Federal, são inadmissíveis no processo as provas obtidas por meio ilícito.

Anúncios

6 comentários

  1. QUe lamentável decisão do STF.
    Lamentável conduta da Corte brasileira. Até quando pagaremos salários altos aos juízes os quais viram as costas para as necessidades do povo?

    Curtir

  2. Independente do crime ter prescrito ou não, houve o delito! Portanto para o povo brasileiro Romero Jucá é um criminoso, bandido, ladrão do dinheiro público. E não merece estar no cargo que está,não nos representa!
    Só para constar, estamos lidando com a maior quadrilha do mundo! Obrigado STF pelas garantias de impunidade que os Excelentíssimos Ministros dão aos bandidos desta nação!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s