Raquel Dodge vai ao STF contra o voto impresso

Raquel Dodge 3.jpg

 

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar o voto impresso. Na avaliação dela, trata-se de uma violação ao sigilo do voto. Além disso, a impressão diminuiria a segurança do sistema de votação. Ela solicitou uma decisão liminar para suspender a medida, prevista para ser adotada na eleição deste ano. O relator é o ministro Luiz Fux, que poderá aceitar ou não o pedido da procuradora-geral.

Para Dodge, a nova norma é um verdadeiro retrocesso e “desrespeita frontalmente o sigilo de voto, ao determinar a sua impressão, concomitante com o registro eletrônico”. Depois, acrescenta: “A norma não explicita quais dados estarão contidos na versão impressa do voto, o que abre demasiadas perspectivas de risco quanto à identificação pessoal do eleitor, com prejuízo à inviolabilidade do voto secreto.”

 

Anúncios

1 comentário

  1. Não,Dd Sra Raquel ,estás equivocada.
    A maioria dos brasileiros sabem e podem testemunhar os descalabros que aconteceram na eleição passada sob a égide da Dilma e sua turma.
    Minha filha após as rleições foi lá se justificar da falta nas eleições.
    Disseram a ela ,como vocé votou sim ,vicê assinou até!!!Ela está totalmente descrente da fidelidade das eleições.Já me disseram que o Tófoli mandou deletar tudo ,logo após o pleito .
    Nem a Dis poderia provar que ganhou as eleições por isso!!!!É incrível !

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s